CALIFÓRNIA, NEVADA, UTAH E ARIZONA: PLANEJAMENTO DE VIAGEM


Planejamento de viagem pelo Oeste Americano: Califórnia, Nevada, Utah e Arizona.

Estados Unidos
San Francisco (Califórnia), Las Vegas (Nevada), Zion Park (Utah) e Horseshoes Bend (Arizona).




Recém chegada da nossa última trip, com uma certa nostalgia pós viagem (alguém sabe como se cura?), começo aqui a série de posts sobre nossa aventura, uma road trip em família pelos estados da Califórnia, Nevada, Utah e Arizona nos EUA.

Os EUA é o quarto maior país do mundo em extensão territorial, é possível cruzar o continente de Leste a Oeste e pisar nas águas de 2 oceanos. A Costa Leste o Oceano Atlântico e a Costa Oeste o Oceano Pacífico
E apesar da dimensão territorial, um hábito comum entre os americanos, vem caindo no gosto dos brasileiros, viajar pelo país em 4 rodas, seja ele um motor home ou um veículo SUV. Com auto-estradas (em inglês, Highways) em ótimo estado de conservação e um bom planejamento, parando e desfrutando a beleza de algumas cidades, a viagem não fica cansativa e garanto torna-se inesquecível. 


Este ano nosso filho completou 15 anos e assim como fizemos com a primogênita, deixamos ele escolher o destino de férias (desde que a viagem cabece no bolso). Como é muito chegado a basquete e filmes ele não pensou duas vezes e demostrou o desejo de conhecer a Califórnia ( viajamos apenas o casal para Los Angeles em 2014). Com meses de antecedência e muito planejamento, pesquisamos as passagens e conseguimos pegar um preço que não digo barato, porém mais em conta do que as demais. 

Primeiro a viagem seria de São Francisco/ San Francisco (SF) até Los Angeles (LA). Depois esticamos para San Diego. Ah e porque não levar as crianças para conhecer Las Vegas? Já que vamos até Las Vegas então  daremos uma esticada até o Arizona, para conhecer as falésias de Antelope Canyon e Grand Canyon South! E assim vai, toda viagem é a mesma história, motivo este de tanta necessidade de planejar com muita antecedência. Como somos quatro (pagando passagens adultas), preferimos aumentar o tempo da viagem do que retornar em outra ocasião para visitar apenas um local. 


Escolhemos iniciar a viagem por San Francisco (SF), onde circulamos a pé, cable car e ônibus turístico. Usamos carro a partir desta cidade em direção ao sul da Califórnia, depois partimos para Nevada, Utah e Arizona.


Quem nos acompanha nas redes sociais, ficou sabendo que nosso voo Rio- São Francisco foi cancelado, dormimos no hotel do aeroporto Galeão e embarcamos praticamente 24 horas depois, ou seja, perdemos 1 dia de viagem. Tivemos que espremer um pouco o roteiro, mas no final tudo deu certo. 


Daí veio a dúvida:
Por onde começar a viagem, Norte para o Sul ou vice-versa?

Vai aí minha primeira dica:

Dica 1:

Se pretende percorrer a Califórnia de carro, tente começar a viagem sentido Norte-Sul. Porque?
A sensação e uma das partes mais deslumbrantes da viagem é justamente a passagem pela estrada *Highway 1, entre San Francisco - Los Angeles, em especial na região de Big Sur, após a cidade de Carmel-by-the-Sea, com deslumbrantes paisagens de precipícios, pontes, praias e parques na beira da costa do Pacífico com vista de tirar o fôlego. A estrada é tão famosa pelas belas paisagens que tem locais de paradas para os carros, a viagem pode durar o dobro do tempo, nem adianta correr. 
*Pacific Coast Highway ou Highway 1 é uma estrada cênica que passa pela costa do Pacífico ligando a Califórnia de Norte a Sul. No caminho cidades cidades como Santa Bárbara, Malibu  e Santa Mônica.

Então se a questão é visitar as cidades de  SF e LA, não cogite pegar avião entre elas, além de sair mais caro você perderá o recheio do bolo. E respondendo o sentido SF-LA é pelo motivo de você apreciar a vista ao lado do oceano, além estar do lado dos recuos de paradas sem precisar atravessar a pista.

Escolhido as cidades de entrada e saída, partimos para as passagens aéreas.

Passagens aéreas:


A costa Oeste dos EUA não tem voos direto saindo do Rio de Janeiro. Com os preços mais atraentes, compramos com a American Airlines (AA). Gente é para chorar.
Com tanta desorganização, a primeira coisa que meus filhos perguntaram quando cancelaram o voo já no terminal de embarque:
Mãe você ainda terá coragem de comprar futuras passagens pela AA?
Não vou dizer que nunca mais, porque sabe como é, sai uma promoção e posso não resistir. Mas que irei evitar ou pensar duas vezes...
Muita desorganização, assentos marcados e na hora colocam todos separados, no retorno, não acharam nosso localizador, quase perdemos o voo. Resumindo um horror, mas isso é assunto para um post específico: Perrengues de viagens.


Já que iniciaríamos por San Francisco e terminaríamos em Las Vegas, compramos as passagens na categoria múltiplos destinos, sendo que escolhemos o retorno por Las Vegas (Nevada), porque saímos de Vegas em direção a Utah e Arizona  e retornamos do Arizona sentido Las Vegas por outra estrada, passando pelo Canyon South, ou seja fizemos um círculo. Veja o mapa a seguir.


IDA:

Rio - São Francisco (com conexão em Houston) pela United Airlines: Fomos colocados no voo da United para conseguir pegar a conexão no horário que desejávamos e não perder mais dias de viagem. Caso contrário só chegaríamos em SF 2 dias depois do planejado.
Achamos a United mais organizada.


Volta: American Airlines (Outra confusão...)

Las Vegas- Rio: Conexão em Miami.

Aluguel de carro:

Retirada: San Francisco (no dia que partimos de SF).

Devolução: Las Vegas, no aeroporto, no dia de partida para o Rio. 

Alugamos uma SUV daqui do Brasil pelo site da Rentcars.com . O carro era grande e confortável, ideal para viagens de longa distância. O legal que pagamos em reais sem adição de IOF. O único valor que pagamos lá foi a taxa de devolução em local diferente da retirada.

 Alugue seu carro na Rentcars.com, pague no Brasil sem cobrança de IOF. Reserve pelos banners do blog, recebemos uma pequena comissão e você não pagará nada a mais por isso. Obrigado.


Em SF não achamos necessário alugar carro, os estacionamentos são caros e é difícil encontrar vaga na rua. Usamos o  cable car (bondes elétricos), que por si só, já é uma atração e até mesmo o ônibus turístico.
A locadora que escolhemos foi a Alamo com local de retirada do  carro  na Union Square próximo ao nosso hotel, fomos andando retiramos o carro, retornamos para  o hotel e colocamos as malas no carro. Praticidade em viagem é tudo!


Dica 2:  O GPS são os olhos do motorista viajante! Leve um GPS ou alugue o carro já com o dispositivo. Nós levamos o nosso já com os mapas dos estados americanos atualizado e com todos os endereços do roteiro.


Cidades onde fizemos parada com hospedagem, confira o mapa:

Lembrando que o roteiro foi San Francisco (1ª cidade) , percorrendo em direção ao Sul da Califórnia (até San Diego) e depois Nevada (Las Vegas) , Arizona (Page e Williams) e retorno para Nevada (Las Vegas).




Tiramos foto da quilometragem na retirada e entrega, foram um pouco mais de 3.000 km percorrido (incluindo circulação dentro das cidades), cheguei a me assustar, não imaginava que chegaria a tanto, talvez  pela ótima condição das estradas e pelo fato de ir parando nas cidades, algumas para conhecer e outras para dormir ou até mesmo passar uns dias.
Valor gasto com combustível em toda viagem: 250 dólares.


Dica 3: 

Tente abastecer nas grandes cidades, dificilmente você encontra postos de combustível na estrada. Geralmente o preço do combustível nas cidades pequenas é mais caro. Utilizamos o aplicativo  Gasbuddy para localizar o posto mais próximo com preço mais em conta. Você coloca sua localização e ele fornece uma lista de postos de combustível com distância e valores.





Dica 4:

Los Angeles tem sua fama não só por ser a cidade do cinema, mas também pelos gigantescos engarrafamentos. Então caso você esteja em um veículo com 2 ou mais pessoas e ver uma placa escrito:´´ Carpools Lane, 2 or more people``. Entre nela. Para diminuir o número de veículos e consequentemente os gigantescos congestionamentos da cidade, é uma forma de estimular a circulação com mais pessoas em apenas 1 veículo. A pista é bem mais rápida pelo menor número de carros.



Hotéis:

A maioria dos hotéis foram reservados pelo site Booking.com, com alternativa de cancelamento grátis. Pagamos em espécie para não usar o cartão de crédito e pagar IOF.
Lembre-se quanto maior a antecedência, maior a chance de reservar bons hotéis com preços convidativos.


Califórnia:

* San Francisco: 

Hotel Beresford : Ótima localização, uma quadra da Union Square (um dos melhores lugares para hospedagem), próximo ao comércio e do ponto final do Cable car. Também a uma quadra da Alamo, onde retiramos o carro. O hotel é simples com bom custo-benefício, ressaltando que San Francisco, melhor a Califórnia a hospedagem é cara. Os quartos não são grandes, mas como não paramos no hotel, não fez tanta diferença. Café da manhã servido no restaurante do hotel que a noite funciona um pub. 
Um fato legal que acrescentou na minha classificação, como escrevi anteriormente, nosso voo foi cancelado, perdemos 1 diária do hotel, o prazo de cancelamento era até 2 dias antes da viagem. Assim que soubemos do cancelamento do voo, liguei para o Booking e expliquei o ocorrido. Na hora ligaram para o hotel e informaram o caso, eles cordialmente liberaram o pagamento da primeira diária e ainda permitiram o check in antecipado, já que chegamos as 10:00 da manhã. Resumindo economizamos duzentos e poucos dólares (referente a uma diária) e fomos bem atendidos. Com certeza me hospedaria novamente em futuras viagens.

*Pacific Coast:


No mapa coloquei Monterey, mas na verdade nos hospedamos em Pacific Grove, os hotéis são de qualidade e mais em conta.  

Pacific Gardens Inn : Na categoria grata surpresa, esse foi o escolhido. Localizado a 4 quilômetros do centro de Monterey bem próximo da praia de Asilomar e num local totalmente diferente do que imaginávamos ver no verão californiano. 
Lembra que falei que pegamos temperaturas baixas e muito frio?
Pois é, esse hotel parece um hotel fazenda no alto de uma montanha. Imagina um local frio com serração que cobria as árvores?
PACIFIC GROVE

Os quartos são amplos com lareiras. Oferecem café da manhã e queijos e vinhos das 17:00 até as 19:00 em um hall super aconchegante com lareira. Achamos isso super legal e um diferencial na hospedagem. Em se tratando dos preços de hospedagem, é bem mais em conta relação a Monterey e Carmel.
PACIFIC GROVE
Café da manhã e queijos e vinhos no período da tarde.











*Santa Bárbara:

Lemon Tree Inn : Localizado a 4 km do píer de Santa Bárbara. Para quem iria ficar apenas 1 noite e estávamos com carro, achamos satisfatório. Possui restaurante, estacionamento grátis e piscina. 
SANTA BÁRBARA




*Los Angeles:

Eleito na categoria ´´achado``. Nos hospedamos no Hollywood Celebrity Hotel , simplesmente em uma rua atrás da Calçada da Fama, nem precisa dizer que a localização é maravilhosa, ou seja, não precisa de carro para chegar até o lugar mais badalado da cidade. É um hotel onde a fachada é simples porém o mesmo é super transadinho, com decoração vintage sobre os filmes de Hollywood. Funcionários super solícitos, limpo, com estacionamento (com uma taxa de pagamento), café da manhã incluso na diária, além de possuir alguns quartos acoplados com cozinha, foi a nossa escolha,  um belo diferencial para quem pretende fazer uma economia na alimentação. Excelente custo-benefício em  comparação com os valores de hotéis de Hollywood, ainda mais tão perto da Calçada da Fama.
LOS ANGELES
Fachada, suíte, cozinha e hall do hotel.


O hotel nos concedeu desconto no valor total das diárias, relatei aqui minha sincera opinião sobre a estadia.

Para mais indicações de hotéis em Los Angeles leia: Dicas de atrações, roteiros e hotéis em Los Angeles


*Reserve ou compre usando os banners e links de parceiros localizado neste blog. Ganhamos uma pequena comissão e você não pagará nada a mais por isso. Obrigada.


*San Diego:

A regra é clara, quanto menos tempo você tiver para aproveitar o local, hospede-se mais próximo das  principais atrações, assim não perderá tempo com trânsito e estacionamento. Foi justamente o que fizemos na maioria das cidades por onde passamos, em especial San Diego, com apenas 2 dias inteiros e uma infinidade de lugares para conhecer, nos hospedamos no Best Western Plus Bayside Inn no Centro da cidade, próximo a Little Italy, Porto e Museus. Muito bom, com café da manhã, estacionamento (a um preço de 18 dólares a diária) e  piscina.

Praticamente não usamos carro na cidade, alguns lugares como Embarcadero (no porto) e Little Italy onde  jantamos, fizemos tudo caminhando. Em lugares mais distantes usamos o ônibus turístico.
SAN DIEGO
Primeira foto, seta mostra localização do hotel. Quarto, vista da varanda do quarto e piscina.












Nevada: 

*Las Vegas:

Foram  2 passagens pela cidade:
A primeira foi mais para descanso. Saímos de San Diego pela manhã e após passar por várias cidades no caminho (veja no roteiro), chegamos em Vegas as 16:00 horas. Passamos a noite e no dia seguinte continuamos a viagem para Utah e Arizona.
Então como não tinha tanta necessidade de ficar tão próximo da Strip (rua dos famosos hotéis) nos hospedamos no  La Quinta Inn & Suites Las Vegas Airport South, próximo ao aeroporto. Um hotel de categoria resort, com piscina, estacionamento grátis, café da manhã e transporte grátis para a Strip. Por conta da sua localização, o valor da diária é bem mais em conta em comparação aos luxuosos hotéis da Strip.
LAS VEGAS


Para saber tudo de Las Vegas, inclusive sobre os hotéis, clique: Las Vegas
LAS VEGAS

Somos do grupo que viaja para Las Vegas mas não gostamos de cassinos e baladas. E ainda por cima somos daqueles que quando gostam de um lugar, repetem a dose. Isso aí, da última vez que visitamos a cidade nos hospedamos neste resort, gostamos tanto que repetimos a dose. Todos indicam os hotéis da Strip, acho que sou do contra. Prefiro um hotel sem cassino e bem próximo da Strip, porém longe da agitação e do barulho. O Holiday tem uma ótima localização, atrás da High Roller Las Vegas, a maior roda gigante do mundo. Cinco minutos caminhando até a Strip. Mas quem não quer caminhar, o hotel dispõe de transporte gratuito para a Strip, a Freemont (outro ponto turístico um pouco mais longe da cidade) e o aeroporto, basta agendar na recepção. Possui toda infra estrutura de resort: piscinas, quadras, salões. Os apartamentos possuem cozinha e lareira. 
LAS VEGAS
Sentido horário: Suíte principal, cozinha, sala com sofá que vira uma cama de casal e por último High  Roller vista da varanda do apartamento.











Arizona:

*Page:

Best Western Plus at Lake Powell : Bem localizado, com piscina, café da manhã incluído na tarifa, estacionamento grátis. Segue o mesmo padrão da maioria dos hotéis da região. Observamos que a cidade apesar de turística é simples e não tem grandes e luxuosos hotéis. 

*Williams:

Days Inn Williams : Também foi uma hospedagem de passagem. No caminho de Page para Las Vegas, passamos pelo Grand Canyon South e chegamos em Williams no final da tarde. Pernoitamos no hotel e partimos no dia seguinte pela manhã. O hotel localiza-se em plena Rota 66. Possui estacionamento grátis, café da manhã incluído na tarifa e piscina térmica. Resumindo, um hotel simples, limpo e ótimo custo-benefício.

WILLIAMS

O hotel nos concedeu 50% de desconto no valor total da diária, porém relatei aqui minha sincera opinião sobre a hospedagem.


Cidades e atrações:

Depois de uma profunda pesquisa sobre o rota da viagem, investigamos cidades e atrações que gostaríamos de conhecer. Algumas estavam no caminho entre uma cidade e outra. Enquanto preparo os posts com tudo mastigado, vai aí um aperitivo dos lugares e atrações que conhecemos. 

Cidades de hospedagem: San Francisco, Pacific Grove, Santa Bárbara, Los Angeles, San Diego, Las Vegas, Page, Williams.

Cidades de passagem: Vale do Silício (Palo Alto, Montain View,Los Altos), Big Sur , Carmel-by-de-Sea, Los Olivos, Malibu, Santa Mônica, Venice beach, Victorville, Baker, Springdalle, Tusayan e Bolder City.

San Francico (3 dias): 

Union Square, Cable Car (City Pass San Francico), Lombard Street, Píer 39, Fisherman`s Wharf, Passeio de barco pela Baía de San Francisco (Adventurecat),  City Sightseeing Tour (Ghirardelli Square, Alamo Square, Golden Gate Park, Golden Gate Bridge, Saulalito), Twin Peaks e Tour Presídio de Alcatraz.

Posts sobre San Francisco:
Passeio de barco pela Baía de San Francisco.
San Francisco CityPASS San Francisco, conhecendo mais gastando menos.
San Francisco, dicas e passeios.
ESTADOS UNIDOS
Cable car, Alamo Square, Pier 39 e Ilha de Alcatraz.











San Francisco a Monterey: 145 km.
Post sobre San Francisco:
Tour de barco em San Francisco.


Vale do Silício:


Localizado em Palo Alto, região onde estão  as sedes das principais empresas de tecnologia do mundo: Facebook, Google, Apple, Microsoft além da Garagem Steve Jobs. Como se não bastasse também está uma das melhores universidades do mundo, Stanford. Passamos apenas na frente, mas infelizmente não tivemos oportunidade de conhecer, já que oferecem visitas guiadas gratuitamente pelo campus.

ESTADOS UNIDOS
Facebook, Google, Placa Vale do Silício e Garagem Steve Jobs.

Monterey + Carmel + Pacific Grove + 17 Mile Drive + Big Sur: 2 dias.

Monterey- Carmel: 6,5 km.

Monterey:

Aquário de Monterey, Cannery Row, Old Fisherman`s Wharf. 


MONTEREY
Aquário de Monterey, uma das atrações imperdíveis.



Pacific Grove: 

Asilomar beach.



17-Mile Driver: 

Estrada particular que liga as cidades de Monterey a Carmel, por sua beleza e vários pontos de observação virou ponto turístico. Sua atração mais famosa é a Lone Cypress.
ESTADOS UNIDOS







Carmel-by-the-Sea:

 River State beach, Centro de Carmel.


ESTADOS UNIDOS
Olhando esta foto é difícil imaginar que é verão na Califórnia.





























De Carmel para Big Sur: 50 km. De Monterey a Santa Bárbara: 378 km.


Big Sur: 

Rock Creek Bridge, Bixby Creek Bridge, Hurricane Point, Point Sur, Pfeiffer State beach, Pfeiffer State Big Sur Park, Julia Pfeiffer Burns State Park, Macway Falls (a famosa cachoeira de Big Sur) e Sand Dollar beach
Parte triste da viagem. Infelizmente tivemos que voltar da Point Sur. A Califórnia está sofrendo com a seca e essa parte do estado com incêndios. Estrada fechada, retornamos até Carmel  e pegamos Highway 101.


ESTADOS UNIDOS
Bixby Creek Bridge









Los Olivos: 

Uma pequena cidade a 50 km de Santa Bárbara com vários restaurantes de vinícolas que oferecem degustação de vinhos. Muito fofinha. 


Dica 5 : Gosta de vinho?  Se sua resposta é sim, você vai adorar Los Olivos.



Santa Bárbara (2 dias) :

Stearns Wharf (píer), State street.
ESTADOS UNIDOS






















De Santa Bárbara para Malibu: 107 km
De Malibu para Santa Mônica: 30 km
De Santa Mônica para Los Angeles: 26 km


Malibu: 

El Matator State beach, Malibu beach e Píer Malibu.


MALIBU






Santa Mônica: 

Píer Santa Mônica/ Santa Monica (em inglês), Pacific Park, Placa que simboliza o início/fim da Rota 66, Santa Monica Beach e Promenate street.
SANTA MÔNICA
Pacific Park no Píer Santa Mônica e Santa Monica beach.



Venice Beach:

Ao lado de Santa Mônica. Alugamos bicicletas em Santa Mônica e andamos até Venice beach pela orla.

Los Angeles (3 dias):

Calçada da Fama ( Walk of Fame), Placa de Hollywood, Observatório Griffith, Walt Disney Concert Hall, Stapless Center (arena do Los Angeles Lakes), Lacma museum, Beverlly Hills, The Grove Shopping, Warner Bross Studio Tour .
Para saber mais leia: Post da nossa última viagem a Los Angeles.
                                       Tour no estúdio da Waner Bros

ESTADOS UNIDOS













De Los Angeles para San Diego: 200 km

San Diego (2 dias):

La Jolla beach,  Hornblower Cruises (Passeio de barco pela Baía de San Diego), USS Midway Museum, Estátua Embracing Peace, ônibus turísticos -Old Town Trolley ( Hotel Del Coronado,  Gaslamp Quarter, Balboa Park, Little Italy, Old Town San Diego). 


Para saber mais leia: Roteiro de 2 dias em San Diego .

ESTADOS UNIDOS
Embracing Peace, La Jolla beach e USS Midway Museus.





De San Diego a Las Vegas: 536 km pela estrada I15.


Victorville: 

 Museu da Rota 66, Califórnia.
CALIFÓRNIA







Baker (Vale da Morte): 

Maior termômetro do mundo.

ESTADOS UNIDOS



Las Vegas (3 dias):

Praticamente  repetimos o que fizemos na última viagem. Andamos pela Strip e visitamos a Freemont Street. Farei novo post com novas atualizações, enquanto isso leia o post: Dicas de viagem Las Vegas.  
Nevada
Família Fourtrip, fazendo o que mais gostamos: viajando em família.









De Las Vegas para Zion Park: 274 km
De Zion Park para Page: 169 km


Sprigdale: 

Zion National Park.
UTAH










Page (2 dias): 

Represa Carl Hayden, Antelope Canyon e Horseshoe Bend. Se algum dia você tiver oportunidade de conhecer Page, não pense duas vezes.
ARIZONA
Antelope Canyon, um dos lugares mais espetaculares que já conhecemos!






De Page para Grand Canyon South: 213 km
De Grand Canyon South para William: 59 km

 Tusayan:

 Grand Canyon South.
ARIZONA





Williams (1 dia): 

Rota 66.


De Williams a Las Vegas: 348 km
De Williams a Boulder City (Represa) : 307 km
De Boulder City a Las Vegas: 51 km

Entre Williams e Las Vegas você poderá conhecer o Grand Canyon West (mais próximo de Las Vegas), não passamos por 2 motivos: Cansaço e roteiro apertado. Escolhemos o Grand Canyon South e conhecemos durante o voo de helicóptero na última viagem.
Leia o post: Passeio helicóptero Grand Canyon.

Boulder City: 

 Represa Hoover Dam.
NEVADA


Clima:


Você já deve ter ouvido o trecho da música ´´ Garota eu vou para Califórnia, viver a vida sobre as ondas...``
Pois é, se você é como nós,  acostumados com praias de águas mornas e temperaturas acima das 30 graus, desista. Viajamos no auge do verão, percorremos a Costa da Califórnia e o máximo que fizemos foi molhar os pés com as águas do Pacífico. Talvez essa foi a única decepção da viagem.

Dica 6: No quesito clima foi a viagem mais louca que fizemos. Simplesmente fomos de 8 graus (San Francisco, Monterrey e Pacific Grove) a 46 graus (Vale da Morte, Las Vegas). Acreditem se quiser, temperaturas extremas.

O verão de São Francisco até Monterey foi mais frio do que o inverno aqui do Rio. E o máximo que me falavam era para levar um casaquinho. Ahah, tivemos que comprar casacos e mesmo assim sofri. Teve um hotel em Pacific Coast, próximo a Monterey que tivemos a sensação de estar em um hotel fazenda no alto de uma montanha.
Só começou a esquentar mesmo a partir de Santa Bárbara.
E quente mesmo foi em Nevada, Utah e Arizona, mas aí não tem praia!

Mesmo com calor, a água do Pacífico é super gelada!




Dica 7: Com exceção de Las Vegas, os restaurantes nos EUA costumam fechar cedo, em torno de 21:30. Então caso você tenha intenção de jantar, saia cedo ou ficará com fome! 


Agradecimentos: 

Gostaria de agradecer as empresas que confiaram no Fourtrip e realizaram parcerias com hospedagem, atrações e tours. Nos próximos posts contarei nossas experiências sobre cada um deles.

-Hollywood Celebrity Hotel ;

-Days Inn Williams ;






-San Diego Turist AuthorityHornblower Cruises , USS Midway Museum , Old Town Trolley , San Diego Museum Media Passes .

*Em especial a uma amiga que conquistei durante o planejamento desta viagem: Ana Franco Zacchello do blog Viajonários , antigo blog Casal Califórnia. Nossa, como ela me aturou! Até fechar meu roteiro, quase que diariamente conversávamos para tirar dúvidas. Foi a própria que me convenceu a conhecer San Diego. Até 1 mês antes da minha viagem morava a 2 anos em Santa Clara, Califórnia. Sabe tudo sobre o estado, melhor sobre o país e tem dicas preciosas.  E já vou informando que muitas dicas dos meus posts veio dela e seu blog. Para que a série de posts sobre essa viagem fique completinho, sempre terá um complemento de lugares e atrações  que não conhecemos com links do Viajonários. Hoje ela e o esposo estão morando em Londres e agora estão compartilhando conosco sobre a Europa, sem claro esquecer da Califórnia. Uma pena, por pouco não nos conhecemos pessoalmente. Mas quem sabe não esbarramos lá no velho continente!


Então é isso, dei o ponta pé inicial da série road trip Oeste dos EUA: Viagem por 4 estados americanos. Foram mais de 3.000 km, temperaturas extremas, lugares fantásticos, belas histórias e muitas memórias para compartilhar. Aguardem os próximos posts que vem muitas dicas legais por aí!


Outros posts sobre Oeste Americano:



Acompanhe nossas viagens pelas redes sociais:


    FACEBOOK  /   INSTAGRAM  /   G+ /  YOU TUBE



 Saúde, paz, fé e viagens!


24 comentários:

  1. Gostei da sua aventura! Pretendo ir à Califórnia em breve e seguirei suas dicas, principalmente sobre tentar percorrer pelo sentido norte-sul. Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, isso ai, não esqueça sentido norte-sul. Estou a disposição para qq dúvida. Bjos e obrigado.

      Excluir
  2. Ola
    Que legal essa trip que você fez. Conheceu vários lugares lindos e super diferentes um do outro.
    Dicas anotadas. Obrigada por compartilhar
    beijos
    Thais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Thais. Estou a disposição para qq dúvida. Bjos e obrigado.

      Excluir
  3. Sou louca pra conhecer a Califórnia. Cada vez que leio fico com mais vontade ainda. Principalmente com um post assim todo completinho com dicas ótimas. Show!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari com certeza a Califórnia é uma viagem inesquecível. Estou a disposição para qq dúvida. Bjos e obrigado.

      Excluir
  4. Adorei!!! Preciso voltar para a California!!! Como fui no inverno, achei melhor não ir de SF para LA pela Pacific Coast, mas pelos parques da Sequoia e do Yosemite. Adorei as tuas dicas!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eliana a Califórnia no verão é demais! Estou a disposição para qq dúvida. Bjos e obrigado.

      Excluir
  5. Que post mais completo, dicas maravilhosas. Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Deisy, estou a disposição para qq dúvida. Bjos

      Excluir
  6. Este post é um super guia! Adorei as dicas e os detalhes de cada destino. Fui de Los Angeles até Santa Barbara de carro, e de fato, é muito chato ter de atravessar a pista para conseguir tirar fotos das praias. Ótimo post, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem jeito Alessandra, tento escrever pouco mas qdo vejo vira um livro rsrs. Estou a disposição para qq dúvida. Bjos e obrigado.

      Excluir
  7. Excelentes dicas, um post super completo e informativo! Parabéns! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou a disposição para qq dúvida. Obrigado Itamar.

      Excluir
  8. Não fizemos tudo que vocês fizeram na nossa viagem de agosto, mas o que vimos, concordamos plenamente! Muito bom post e essa semana estou com faniquito de ir para Las Vegas, ai, ai!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Guaciara. Acho que em questão de viagem estamos constantemente com faniquito, rsrs

      Excluir
  9. Oi, Alexandra! Adorei o post! Também já fiz uma road trip na Califórnia, mas começamos de LA, fomos para San Diego, Las Vegas, Santa Barbara e San Francisco, também adoramos e a vista no sentido sul-norte também é incrível! Não usamos GPS pois todos tinhamos chip de celular com dados, então ficamos só no Waze e Google Maps hehehe e já existe vôo direto São Paulo - Los Angeles pela American Airlines :) Fiz em janeiro e foi bem tranquilo, uma pena a sua experiência com a cia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Alyssa, mto obrigado pela dica. Já editei no post. Valeu!

      Excluir
  10. Louca para ler os próximos artigos da sua roadtrip!! Sensacional esse roteiro!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Segura q ainda vem mta coisa por ai. A propósito, eu tbém com seus posts do Canadá.

      Excluir
  11. Só uma observação:
    Rentalcars.com é diferente de RentCars.com.
    Sempre aluguei carros pela RentCars.com, mas na última cotação, por total vacilo meu, acabei fechando pela RENTALCARS.
    Depois que me dei conta da burrada, entrei no reclame-aqui e li MUITAS reclamações da empresa. Acabei cancelando a compra e voltando para a RentCars.
    Fiquem ligados.
    abraços.

    ResponderExcluir
  12. Adorei seu relato.
    Pretende ir pela primeira vez este ano.
    Em que mês vc foi? Qtos dias durou a viagem no total?
    Obrigada pelas dicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal! Nós fomos em Agosto de 2016, no período das Olimpíadas. A viagem toda durou 20 dias. Fico feliz que tenha gostado. Aproveite e leia os outros posts dessa viagem. Com certeza é uma viagem inesquecível.

      Excluir

Compartilhe conosco suas dúvidas, comentários e dicas. Será muito importante para o Fourtrip. Terei o maior prazer em responder.