SAN ANDRÉS, TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE VIAJAR

Colômbia
Belezas de San Andrés: Letreiro na praia Peatonal, Acuario/Haynes Cay, Parasail, Mantarrayas e Rocky Cay.

Localizada em águas caribenhas a 750 km da Colômbia e 190 km  da Nicarágua, famosa pelo seu mar de ´´inúmeras``(dizem sete)  cores. Com 26 km² , é  a maior ilha do arquipélago formado por San Andrés, Providencia e Santa Catalina. Apesar da proximidade com a Nicarágua e seus questionamentos, em 1803 a Espanha passou seus domínios para o povo colombiano. O mar é exuberante com vários tons de azul e sua beleza é SURREAL!  
Neste post você encontrará tudo que precisa saber antes de viajar para o paraíso colombiano.

Segura que lá vem textão!




Documentação:

Para entrar no território colombiano não é necessário passaporte e nem visto, é necessário apenas um documento de identidade válido por 10 anos e Certificado Internacional de Vacinação emitida pela ANVISA comprovando a vacinação de febre amarela até 10 dias antes da viagem.

No nosso caso, a viagem também incluía alguns dias no Panamá, país que exige passaporte com validade 6 meses.

Taxa de turismo em San Andrés:

Para cada entrada na ilha é necessário pagar uma taxa de turismo no valor 40 dólares que dá direito a permanecer até 90 dias corrido.

A tarjeta é vendida nos guichês das companhias aéreas. A Copa Airlines estava vendendo aqui no Brasil (pode ser pago em real) no balcão do despacho de malas, porém não havia quantidade suficiente para o número de pessoas, então adquirimos no aeroporto do Panamá com os próprios funcionários da Copa Airlines no momento da conexão para San Andrés (pagamos em dólar). O ideal é comprar antes de chegar na ilha, porque é preciso preencher os dados de cada viajante (nome, passaporte, data e local de hospedagem), daí você preenche com calma durante o voo e já chega na ilha com tudo pronto, já que o aeroporto de San Andrés é bem simples, pequeno e um pouco tumultuado, não tem lugar para preencher a documentação. Leve caneta. Não esqueça que o documento tem que ser apresentado na entrada e saída da ilha, portanto guarde-o juntamente com seus documentos.
Se for adquirir o documento na Colômbia, só aceitam em pesos colombianos.

Como chegar:

Encontrei voos pelas empresas Latam,  Avianca (colombiana) e Copa Airlines (panamenha). Fechamos as passagens com a Copa porque nosso desejo era fazer uma viagem 2 em 1 (dois destinos em uma só viagem), na ponta do lápis sai mais em conta.


Quando ir:

Localizada numa zona intertropical com temperaturas quentes o ano inteiro, tem o período de seca entre Fevereiro e Abril e Julho a Setembro.

O fuso horário em relação ao Brasil é -2 horas. No caso de horário de verão no Brasil -3 horas.

Moeda:

Peso colombiano (COP), uma moeda bem desvalorizada em relação ao real, o que torna sua viagem mais econômica. Nós preferimos levar dólares e trocar por pesos colombianos na ilha, isso porque a moeda americana é bem mais valorizada na ilha em relação ao real.
Mas na ilha trocar moeda não é uma das tarefas mais fácies, por quê ?

Onde trocar moeda em San Andrés?

No aeroporto logo no setor do desembarque tem um guichê de câmbio, porém com a cotação mais alta. Trocamos apenas o suficiente para o táxi e o almoço e deixamos o resto para trocar no centro da ilha, onde li que valia mais a pena.
Cotação aeroporto: 1 dólar= 2.650 COP.

Duas agências  oficiais realizam o câmbio, o Bancolombia e Western Union (ambos no centro da ilha) mas é um verdadeiro parto (muito difícil e cansativo). Imagina você chegar no destino cansado da viagem e ainda enfrentar fila para trocar a moeda?! Pois foi isso que aconteceu conosco.


* Bancolombia: Só troca no período de 8:00 às 10:00 da manhã. É o local (oficial) com melhor câmbio da ilha, mas as filas são enormes. Como chegamos 13:00 essa opção estava fora de cogitação. 


*Western Union: Um mini banco, onde você pega senha e espera um bom, bom tempo. Também estava cheio, mas pelo menos funciona o dia todo. A cotação é um pouco pior que o Bancolombia, mas era tão pouco que estávamos nos lixando para isso, nosso desejo era resolver logo essa pendência e curtir nossa viagem.
1 dólar= 2.700 COP

Se soubesse que daria tanto trabalho, teria trocado tudo no aeroporto, já que a diferença não era tão grande.

*Você também pode comprar pesos aqui no Brasil e sacar numa agência da Western Union na ilha, dizem que é a melhor forma de adquirir a moeda colombiana. Muitos viajantes relataram que a loja Riachuelo (sim a loja de roupas) tem a melhor cotação. Eles cobram o IOF de 0,38 % , menor que a taxa do cartão de crédito e casas de câmbio. 
Daí você deve estar se perguntando o porquê não fiz essa transação. Como fiquei poucos dias na ilha, não achei que valeria tanto a pena, além do mais sou daquelas que gosta de tudo pronto e na minha mão.

DICA: Viaje com as despesas calculadas, para não sobrar grandes valores de COP. No nosso caso mesmo com tudo anotado no papel, sobraram alguns pesos e na preguiça de enfrentar fila nesses dois estabelecimentos, deixamos para trocar no tal guichê do aeroporto. Resultado, informaram que não estavam trocando pesos por dólar. O jeito foi trocar no aeroporto de Panamá com um valor bem abaixo do mercado. 
Cotação: 1 dólar= 2.450 COP .

Para trocar a moeda não esqueça de levar o passaporte, no caso da Western Union pediram o nome do hotel também.


Hotel:

Colômbia
GHL Sunrise San Andrés, Colômbia.

O Norte da ilha é onde encontramos o aeroporto, a zona hoteleira, área comercial, restaurantes, lojas e onde saem os passeios de barco. Como só alugamos uma mule (espécie de um carrinho de golfe mais veloz) por apenas  um dia, no caso para dar a volta na ilha, escolhemos ficar nesta região. Desse modo poderíamos sair a noite caminhando.
Depois de muitas dúvidas e uma minuciosa pesquisa escolhemos o GHL Hotel Sunrise . O hotel é estilo resort, com piscina a beira mar, cais,  praia particular, suíte ampla e confortável, varanda com vista para aquele mar de infinitos tons de azul e a ilha de Haynes Cay.


Colômbia
GHL Sunrise San Andrés, Colômbia.

Colômbia
GHL Sunrise San Andrés.

San Andrés
Vista da suíte GHL Sunrise San Andrés, Colômbia.


Colômbia
Vista da varanda da suíte do Hotel GHL Sunrise, ao fundo a ilha de Haynes Cay.


O hotel foi uns dos primeiros resorts da ilha, é o único que possui  heliporto, tem uma arquitetura diferenciada em relação a outros hotéis da região e encontra-se em fase final de reformas, porém nada que incomodasse nossa hospedagem. Apesar de relatos sobre água fria nos hotéis da ilha, este possui uma ducha de água quente deliciosa. Tem ótima localização com bares e restaurantes ao redor.
Reservamos com café da manhã incluído, mas o hotel também oferece um sitema all inclusive.

Considerações: Chegamos na hora do almoço e de jeito nenhum eles realizam check-in antecipado, guardamos as malas, almoçamos e fomos trocar moeda. Funcionários da recepção são pouco simpáticos e enrolados durante o check in, as suítes ficam um pouco úmidas por conta da maresia e assim como toda ilha o wifi é precário. Como reservamos duas suítes pedimos que fossem lado a lado, neste caso foram solícitos. Os quartos possuíam um portão de ligação interna, ideal para famílias. Recebemos coquetel de boas vindas.

Outros hotéis bem avaliados e recomendados por leitores do blog: 
Dicas de hotéis em San Andrés:

Hotel Casablanca
Bahia Sardina
Noblehouse
Cocoplum beach
Royal Decameron Isleño


*Reserve seu hotel no Booking.com com alternativa de cancelamento grátis. Reservando pelos links ou banners deste blog recebemos uma pequena comissão e você não pagará nada a mais por isso. Obrigada.

                      




Mapa de San Andrés: 

A ilha possui aproximadamente 27 km² , a parte norte/Centro  ficam os restaurantes, comércio, a maioria dos hotéis e de onde saem os passeios de barco.
Colômbia
San Andrés, Colômbia.




O que fazer em San Andrés ?

Sem sombra de dúvidas o principal atrativo da ilha é o mar, você pode ver fotos e mais fotos, mas só terá consciência disso quando conhecer ao vivo e a cores, é impressionante. Como tínhamos apenas cinco dias, contando dia de chegada e saída, contamos com a sorte e reservamos os passeios considerados indispensáveis. Digo isso, porque tudo depende do tempo e das condições do mar, podendo acontecer de alguns tours serem cancelados ou alterados. Por sorte conseguimos realizar tudo que planejamos. A seguir cada passeio e posteriormente farei um post com o roteiro de cada um separadamente. Próximo da ilha encontramos pequenas ilhas chamadas de cays, consideradas como passeio indispensável para quem visita San Andrés .

Muitas empresas oferecem tours para o mesmo dia que inclui  Haynes Cay / Acuario / Mantarrayas + Johnny Cay. Os que já fizeram desta maneira relataram ser muito corrido e que vale a pena curtir cada lugar separadamente (também penso assim). Esses passeios podem ser em grupos com muitas pessoas  e quem já fez relata ser estilo excursão e meio tumultuado, o que ocasiona uma confusão no momento de embarque e desembarque dos barcos, acontecendo quedas. Cheguei até pesquisar os valores e estavam mais em conta (em torno de 15.000 passeios separados ou 25.000 juntos por pessoa). No caso desse passeio evite sentar nas laterais do barco para você não se molhar demais.

Você pode reservar esses tours na praia Peatonal (no centro), tem uma casinha amarela e na Marina Porto Fino, na Avenida Newball, bem próximo do restaurante La Regatta e do nosso hotel. Aliás este foi o lugar onde saiu o passeio de parasail.

Face ao acima exposto, achamos melhor contratar os dois passeios separadamente  em um barco privado (éramos apenas nós) com o barqueiro Miguel. O legal foi que ele nos pegava no cais do nosso hotel e fazia um roteiro na contra mão dos barcos de turismos. Em todas as paradas pegamos os locais mais vazios.

Nossos passeios com o Miguel ficou da seguinte forma:
Dia 1: Haynes Cay / Acuario / Mantarrayas.
Dia 2: Johnny Cay / Águas Brancas.

Os valores são referentes a Julho/2017 estavam custando 25.000 pesos por pessoa.

Contato Miguel, whatsapp : +573152209401 (não esqueça de colocar o sinal +).

Alguns amigos  realizaram o passeio com o Kramelo e também gostaram. Segue o contato via whatsapp: +573152209401 .



* Haynes Cay  & Acuario  :

Colômbia
Haynes Cay , San Andrés, Colômbia.

Colômbia
Haynes Cay, San Andrés, Colômbia.

Localizadas no leste da ilha, Haynes Cay e  Acuario são duas ilhotas com piscinas naturais separadas por aproximadamente 200 metros, você pode sair de uma e chegar na outra caminhando através de um banco de areia com água na cintura, mas não esqueça de levar sapatilhas de neoprene. 

Acuario é um banco de areia com uma barreira de corais formando uma piscina natural gigantesca com águas cristalinas e uma imensa variedade de peixes, o local além de lindo é ideal para fazer flutuação com snorkel.
Colômbia
Mergulho Acquario, San Andrés, Colômbia.


Almoçamos em um restaurante estilo jamaicano em Haynes Cay, tem um visual show, com mesas na areia de frente para aquele mar lindo e um navio naufragrado, porém, não tenho uma experiência tão boa para contar. Pedimos peixe frito que veio acompanhado com arroz e papas fritas, uma espécie de fruta do pão frita, aliás lá eles usam isso no lugar de batatas fritas. Gente os pratos vieram sem talher, como assim ??? Vou ser sincera, não gostei  e depois me questionei sobre a higiene, portanto não recomendo almoçar neste local. Levem biscoitos e bebidas.
Continue lendo o post, no  final do post (em dicas) revelarei o resultado desse almoço...
San Andrés
Haynes Cay, San Andrés, Colômbia.




Mantarrayas:

Colômbia
Mantarrayas, San Andrés, Colômbia.



Fica bem próximo de Acquario em um banco de areia que tem  um verdadeiro aquário de arraias gigantes (eles chamam mantarrayas). Li muitos relatos desaconselhando esse passeio, mas talvez pelo tipo de tour que realizamos tivemos uma impressão totalmente diferente. Primeiro porque fomos em um horário que estava bem vazio e depois o nosso guia Miguel é super consciente e  um verdadeiro protetor da espécie marinha local, a única coisa que fizemos foi mergulhar no seu  habitat  sem importuná-las. Sinceramente foi um dos lugares mais bonitos que visitamos em San Andrés. Posso dizer  que foi uma experiência incrível!
Colômbia
Mantarrayas, San Andrés, Colômbia.







*Johnny Cay:

San Andrés
Johnny Cay, San Andrés.


Pequena ilha localizada em frente a praia de Peatonal na direção norte da ilha.  Em poucos minutos você conhece a ilha que tem um cenário digno de um paraíso com mar azul-turquesa, desde que esteja sem uma multidão de turistas. O local conta com restaurantes que alugam cadeiras e barracas, piscinas naturais com água cristalina e uma variedade de espécies marinhas, ideal para mergulho de snorkel.
Taxa de conservação da ilha: 5.000 COP.
Como já sabíamos que a ilha lota, realizamos o passeio de parasail na parte da manhã e o Miguel nos pegou depois do almoço no cais do nosso hotel. Durante o percurso que leva em torno de 15 minutos, o mar estava um pouco agitado, mas nada anormal e chegando na ilha por conta das ondas, o desembarque (e o embarque na partida) é meio estressante, porém um dos meninos que trabalham na ilha nos ajudou a entrar no barco e foi tranquilo.
San Andrés
Johnny Cay, San Andrés.

San Andrés
Johnny Cay, San Andrés.


Dica: Assim que chegar na ilha caminhe para o lado esquerdo, você encontrará uma piscina natural maravilhosa. Enquanto o povo se aglomera no lado onde estão os restaurantes (já tínhamos almoçado no hotel), você estende sua canga neste trecho e curti com tranquilidade. 
San Andrés
Piscina natural em Johnny Cay, San Andrés.





Como visitamos a ilha no período da tarde, muitos barcos de turismo já estavam partindo, chegou um determinado momento que a ilha era só nossa e mais meia dúzia de pessoas. Só saímos de lá no final da tarde.
San Andrés
Johnny Cay, San Andrés.



Como nada é perfeito, a ilha tem um ponto negativo que não me deixou muito confortável, a presença de iguanas, não sei o motivo, as bichinhas não fazem nada demais, mas tenho verdadeiro pânico. Para quem sente o mesmo medo que eu, não vá na parte que tem um mangue...
A saída foi fazer o ´´grande `` esforço de ficar a maior parte do tempo naquela água morninha.
San Andrés
Johnny Cay, San Andrés.



Águas Brancas:

San Andrés
Águas Brancas, San Andrés.

No caminho de volta, paramos em uma piscina natural, praticamente na direção do hotel GHL Sunrise, raso e ideal para mergulho, uma delícia para fechar o dia. Ficamos lá até o pôr do Sol.
San Andrés
Brincando em Águas Brancas, San Andrés.








Parasail em San Andrés:

Colômbia
Emoção do parasail em San Andrés, Colômbia.


Pode achar que estou exagerando, assim como os outros passeios que fizemos esse não poderia ficar de fora. Ver de outro ângulo todo aquele mar caribenho em vários tonalidades é sim um passeio incrível e in-dis-pen-sá-vel em San Andrés. Você só terá que contar com a sorte, porque o sobrevoo depende  muito das condições do tempo e do vento, além disso, claro que o visual é bem mais bonito com o tempo aberto. Bingooo, deu tudo certo, céu lindo!
Colômbia
Parasail San Andrés, Colômbia.


Essa atração é super concorrida, não perdi tempo e reservei via whatsapp com o @richieparasail (IG)  :+57 317 3735570 . 

Local de saída: Avenida Newball,  Marina Porto Fino. Bem próximo do nosso hotel e do famoso restaurante La Regatta.

Veja todos os detalhes sobre essa atração no post: Parasail em San Andrés



Volta Ilha de San Andrés:

Com 30 km de rodovia, San Andrés  pode ser conhecida em um dia. Pegamos um mapa disponível gratuitamente no hall do hotel e no dia anterior alugamos uma mule (espécie de carrinho de golfe maior e mais rápido) para seis pessoas em frente ao nosso hotel (GHL Sunrise), pagamos 200.000 pesos para o período de 08:00 às 18:30. Alugamos com tanque vazio. Colocamos 20.000 pesos em um posto próximo do hotel, segundo o funcionário da rental dava tranquilamente para dar a volta, mas sinceramente, achamos que sobrou gasolina pacas. O carrinho é bem simples, só tem acelerador e freio, difícil foi dirigir sem retrovisor. 


Colômbia
Nossa mule alugada em San Andrés. 




Também tem o carrinho de golfe para duas pessoas ou uma scooter que é mais em conta. Você também pode utilizar o chiva, um ônibus turístico ao estilo caribenho. 
Valor da mule para quatro pessoas: 160.000 pesos.


Apesar das recomendações fui do contra e rodamos a ilha no sentido horário (lado esquerdo), pelo lado do aeroporto em direção a West View, porque na minha opinião o filé ficava na última parada da rota,  Rocky Cay
Colômbia
Volta a ilha de San Andrés, Colômbia.




Principais locais de parada na ilha de San Andrés:


*Praia  Spratt Bight :

Localizada na parte norte da ilha onde fica o Centro. Considerada umas das mais belas da região. Possui um calçadão extenso com o nome de Peatonal. Se tiver disponibilidade vale a pena passar um dia nesta praia.
San Andrés
Praia Peatonal no centro de San Andrés.








*Letreiro:  I LOVE SAN ANDRÉS:

Localizado no final da praia Peatonal, ao lado da estrada e próximo ao aeroporto. Deixe para visitar quando fizer a volta a ilha.
Colômbia
Letreiro de San Andrés na praia Peatonal.



*Cenários do lado oeste da ilha:


Piscinas naturais, praias e coqueiros.
Colômbia
San Andrés, Colômbia.






*Letreiro: I SA I .

Localizado um pouco antes de West View. próximo da placa ´´Enseada del Cove`` , como fica longe do centro, estava vazia. Não resistimos e paramos para registrar.
Colômbia
Letreiro de San Andrés, Colômbia.


*West View:
Colômbia
West View, San Andrés .

Piscina natural linda. Possui trampolim, um pequeno tobogã de madeira e duas escadas de acesso. A entrada custa 5.000 pesos por pessoa. O local tem uma imensa variedade de peixes. Vale a pena levar snorkel, máscara e pé de pato, mas também alugam no local, inclusive coletes.
Possui uma atração chamada  aquanauta:
Pago a parte, é uma espécie de caminhada no fundo do mar (mais ou menos 5 metros) com escafrando, durante nosso  mergulho com snorkel vimos o pessoal  tirando fotos com a estátua de Poseidon.


*La Piscinita:

Não paramos porque segue os moldes de West View, sendo que este último de acordo com minhas pesquisas tem mais estrutura. Paga-se 5.000 pesos para entrar.


West View e La Piscinita que os melhores locais para praticar snorkeling em San Andrés, ambos estão localizados para o lado do continente, então o mar costuma estar calmo, mesmo em dias de ventos fortes.


*Hoyo Soplador:

Localizado na extremidade sul da ilha. Alguns amigos me informaram que o local tem muito assédio de vendedores de barracas de bebidas que insistem para consumir.
Pelas fotos e pelo que dizem é uma formação rochosa com um buraco que com a força das ondas sobe um jato de água alcançando até 4 metros de altura formando uma espécie de gêiser, molhando todos que estão por perto. A entrada é grátis, mas os assediadores cobram preço pra tudo.

Resultado, deletei do roteiro porque detesto esse tipo de lugar onde pensam que turistas são bobos.


*Praias de San Luis:

Localizada no lado leste da ilha,  tem areia branca e fina com uma imensa barreira de corais formando piscinas naturais que te convidam para um banho. Dá vontade de parar em tudo quanto é lugar.
Colômbia
Praia em San Luis, San Andrés.

Colômbia
San Luis, San Andrés.



*Restaurante Paraíso:
Colômbia
San Andrés, Colômbia.

Localizado na beira da praia de San Luis. É um restaurante simples, mas com uma refeição boa. Pedimos peixe frito com arroz e uma espécie de fruta pão frita (é a batata frita deles).
Colômbia
Praia em frente do restaurante Paraíso em San Andrés.

Se soubesse da variedade de restaurantes em Rocky Cay, teria aguentado um pouco mais e almoçado lá.


*Rocky Cay:
Colômbia
Rocky Cay, San Andrés, Colômbia.

Localizada na praia de Cocoplum Bay, na minha opinião foi a parada mais bonita da ilha com coqueiros e uma praia deliciosa. Tem alguns beach club com tendas e espreguiçadeiras a beira mar como o Club de Praia Decameron (sistemas all inclusive com almoço e bebidas: 45.000 COP) e o Aqua Beach Club (só paga a consumação).
Passaria tranquilamente o dia inteiro ali. Rocky Cay é uma ilha de pedras vulcânicas localizada alguns metros da praia e com a maré baixa pode ir caminhando através de um banco de areia, o mar na região é calmo. Ao lado de Rocky Cay tem um navio naufragado considerado um paraíso para os mergulhadores.
Colômbia
Rocky Cay, San Andrés.




*Compras:

San Andrés é uma zona livre de impostos, os preços são semelhantes ao free shop.

No centro tem um verdadeiro shopping  com várias lojas de grifes, perfumes e eletrônicos. Não fomos com intuito de comprar, então não sei dizer se os preços são realmente bons. Comprei apenas alguns perfumes que  achei os preços razoáveis. Tome cuidado com falsificações.

Lembre-se que eles param para a siesta (descanso após o almoço). Não tenho muita certeza, mas acho que o período é de 12 às 15 horas (isso vale também para os bancos).

O comércio aceita cartões de crédito, porém lembre-se do IOF. Já li relatos de pessoas que parcelaram compras no cartão e depois veio o valor integral em apenas uma parcela.

Lembranças: Em frente ao restaurante La Regatta tem uma feirinha de artesanato. Mas cá entre nós, foi difícil achar até um imã bonitinho da ilha. Não é o forte deles.



*Restaurantes:

Para ser sincera, achei a gastronomia normal, nem ruim, muito menos dos deuses.


*Restaurante La Regatta :

Imperdível, localizado no club náutico  em cima de um deck com uma vista linda para a praia e uma decoração temática estilo caribenho.
Reserve com antecedência assim que chegar na ilha ou como eu pelo email: recepcionregatta@outlook.com . 
Endereço: Avenida Newball ao lado do Club Náutico.

San Andrés
Restaurante La Regatta, San Andrés.
San Andrés
Restaurante La Regatta visto da suíte do hotel GHL Sunrise San Andrés.





Restaurantes em San Andrés indicados por viajantes:

*80`Interstate: Um bar temático dos anos 80 com brinquedos, dizem que tem a melhor limonada de coco da ilha (bebida tradicional de lá). Endereço: Hotel Sunrise Beach, L115 .


*Peru Wok: Dizem ser um dos melhores restaurantes da ilha. Não visitamos. Endereço: Avenida Colombia junto a Tres Casitas.


*Hotel Calypso: Localizado no nono andar do hotel. Não fomos mas dizem que esse restaurante é muito bom e tem uma vista maravilhosa. Endereço: Av. La Playa esquina Duarte Peatonal.


*Capitain Mandys: Também conhecido como Pescadero Central na av. Rock Role.

*Mozzarela e Pomodoro: Cozinha italiana com preço bom.


Dicas:


⇒ Conhecer a ilha de  San Andrés com aquele mar maravilhoso sem mergulhar é um pecado! Leve snorkel, pé de pato, máscara e é indispensável a sapatilha de neoprene (vende na feirinha em frente ao restaurante La Regatta), já que algumas praias possuem  pedras. Como a maioria dos nossos destinos são de praia, já temos um espaço separado na mala para isso.

⇒ O Sol é escaldante, portanto vale lembrar, muito, mas muito protetor solar, boné ou chapéu.

⇒ A água do mar em San Andrés é muitoooo salgada, terrível para os cabelos. Levem um bom creme para dar um trato nas madeixas.

⇒ Leve alguns biscoitos e bebidas para os passeios.


⇒ O clima da ilha é quente durante o ano topo, porém há determinados meses em que a chuva ocorre com mais frequência. Visitamos a ilha em Julho e dizem que é uma época que chove mais, porém só choveu um dia e não durou mais que 15 minutos, por incrível que pareça, logo depois o céu estava limpo. Um fator positivo é que San Andrés está fora da rota de furacões.

⇒ Lugares imperdíveis para visitar em San Andrés:
Haynes Cay , Acuario, Rocky Cay , Águas Brancas, Praia Peatonal (centro) e Rocky Cay.

⇒ Evitem comprar passeios nos hotéis, costumam cobrar mais caro.

⇒ Atração imperdível em San Andrés: Parasail, reserve com antecedência (contato acima) para os primeiros dias da viagem, caso cancelem cancelar, você terá outros dias para realizar.

Cayo Bolivar é uma ilha considerada atração imperdível da viagem, porém encontra-se fechado para o turismo devido a má conservação. Existem pessoas oferecendo passeios clandestinamente. Na boa, vale a pena visitar desta forma ? 
Não seria melhor aguardar a liberação do local para visitação. Se ainda assim você não conseguir retornar a ilha, paciência, o mundo é tão grande e tem tantos cenários lindos... 

⇒ Saindo do aeroporto você encontrará vários taxistas te importunando. Pagamos 15.000 pesos por 10 minutos de distância. Como não encontramos carro grande e éramos cinco pessoas mais as malas, tivemos que pegar dois táxis. Na partida marcamos com um taxista que tinha um carro SUV em frente ao hotel, pagamos 20.000 pesos com todos.

⇒ Vá preparado para desconectar-se do mundo, a internet da ilha é péssima. Esporadicamente conseguia alguma conexão pelo wifi do hotel.

⇒ Na partida sente-se no lado esquerdo do avião (de frente pro avião),  assim você terá uma vista panorâmica da ilha.


Colômbia
San Andrés visto na decolagem do avião.



⇒ Cuidado com alguns estabelecimentos gastronômicos tanto na ilha como nos passeios. A higiene não é lá essas coisas e já tinha lido alguns relatos de casos de infecção intestinal. Um exemplo foi meu filho que pegou o rota vírus durante a viagem (lembra daquele almoço mencionado acima). 

⇒ Quando pesquisei sobre a ilha, li relatos sobre a insegurança, porém achei super tranquila, todo cuidado é pouco em qualquer lugar do mundo. A única coisa que me informaram quando alugamos a mule foi para evitar a região nas proximidade do aeroporto. A ilha é simples comparada a outros destinos caribenhos.

⇒ San Andrés é uma ilha pequena e não está preparada para receber tantos turistas, portando preserve-a jogando seu lixo na lixeira e economizando água, só há uma fonte de água doce e uma única usina de dessalinização para atender a toda população.

⇒Talvez essa dica seja a mais importante da viagem. Para entrar no país (Colômbia) é necessário a carteira de vacinação internacional emitida pela ANVISA, atestando que você tomou a vacina contra a febre amarela até 10 dias antes da viagem, lembre-se são 10 dias antes! Menos de 10 dias você será barrado e daí nem embarca do aeroporto de origem.
Como tirar carteira internacional de saúde :
Para isso vá até um posto de saúde municipal da sua cidade, tome a vacina, pegue o comprovante e leve até uma agência da ANVISA ou um posto de saúde credenciado para emitir a carteira internacional de saúde. 
*Vacina febre amarela de 1 a 9 dias antes da viagem = NÃO EMBARCA.
*Vacina febre amarela SEM carteira internacional de vacinação  = NÃO EMBARCA.
*Carteira internacional de saúde emitida pela ANVISA constando que  tomou a vacina da febre amarela até dez dias antes da viagem = BOA VIAGEM! 


⇒ Se estiver com tempo, vale visitar Providência, localizada a 80 km de San Andrés. Os meios de transporte são aviões de pequeno porte (20 a 30 minutos) e catamarãs ( 3 horas de viagem).

⇒A principal dica é contrate um seguro viagem, nós indicamos o Seguros Promo e acessando o site pelos links e banner do blog utilize o cupom desconto:  FOURTRIP5 .
Para mais informações acesse o link: Seguro viagem, tire todas as suas dúvidas.

⇒ Vale a pena ler também: Check list viagem, o que levar e documentação.


*Roteiro de 5 dias em San Andrés:

Dia 1:
Chegada, deixamos malas no hotel, almoçamos no restaurante do hotel Sea Flower , trocamos moeda na Western Union, check-in hotel (16:00).
Noite: caminhamos pelo comércio do centro e comemos numa pizzaria em frente ao Peru Wok.

Dia 2:
Passeio (dia todo) por Haynes Cay, Acuario, piscinas naturais com estrelas do mar e Matarrayas. 
Noite: Restaurante La Regatta.

Dia 3:
Manhã: Parasail.
Almoço no hotel.
Tarde: Johnny Cay e Águas Brancas. (13:30 às 17:30).
Noite: Comércio e restaurante 80`Interstate.

Dia 4:
Volta a ilha (10:00 às 17:00)
Noite: Pizzaria em frente ao Peru Wok (não lembro o nome).

Dia 5: 
Hotel
Partida para Cidade Panamá às 12:30.




Para planejar essa viagem tive dicas valiosas da amiga Cynara Vianna do blog Cantinho da Ná , entre elas a recomendação do hotel. Vale a pena conferir a infinidade de posts sobre sua viagem.


Alugue seu carro na Rentcars, pague no Brasil sem cobrança de IOF. Reserve pelos banners do blog, recebemos uma pequena comissão e você não pagará nada a mais por isso. Obrigado.



Acompanhe nossas viagens pelas redes sociais:

    FACEBOOK  /   INSTAGRAM  /   G+ /  YOU TUBE



Saúde, paz e fé! ☺☺☺☺





29 comentários:

  1. Parabéns pelo post, ahonque foi o melhor que já li, super completo e cheio de dicas preciosas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucia Fico feliz que gostou. Qualquer dúvida é só chamar.
      Para acompanhar nossas postagens e fotos visite e siga nossas redes sociais, Facebook e Instagram: @blogfourtrip

      Excluir
  2. Tenho tanta vontade de conhecer esta região!! Agora fiquei ainda mais louca com as fotos de vocês. Obrigada pelas dicas :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, realmente San Andrés é um lugar especial com um mar sem igual. Bjos

      Excluir
  3. Uau! Achei a vista da suíte do hotel maravilhosa! Imagino que delícia deve ser dar um mergulho nessa água azulzinha e depois tomar um banho de piscina! Fiquei morrendo de vontade de visitar. Foi pra minha lista! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é delicioso. Vale muito a pena. Bjos

      Excluir
  4. San Andrés é um arrasoooo, né? Pena que não fiz o passeio de parasail. Parece ser demais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena, mas com certeza você aproveitou outras belezas da ilha.

      Excluir
  5. Que lindo!! AS águas azul turquesa com dezenas de metros de visibilidade são perfeitas para fazer mergulho! <3 Esperemos que não tenham sido atingidos pelos ultimos furacões :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fomos em Julho, mas pelo que sei San Andrés não é área de furacões.

      Excluir
  6. Olá! Adorei o POST! Chegarei lá neste fds! Me tira uma dúvida: como contratou esse passeio mais " privado" com o Miguel? Lá na ilha mesmo? O whatsapp que está aqui não bate...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo whatsapp. Coloque o sinal (+) e os números juntos. Às vezes ele demora um pouco para responder porque a conexão lá é péssima.

      Excluir
    2. Contratei os serviços do Miguel antes da viagem.

      Excluir
  7. Que legal. Super completo o post! Estive na ilha e fiquei no mesmo hotel. Parabéns pelo completo post

    ResponderExcluir
  8. esse destino parece ser bem incrível mesmo, quero muito ir a San Andrés e aproveitar essa praia maravilhosa!

    ResponderExcluir
  9. san andres eh um dos meus lugares preferidos na terra! me diverti horrores na ilha, peguei torrão duas vezes, vi vários peixinhos...foi incrivel, recomendo a qualquer um!

    ResponderExcluir
  10. Que post completasso! Parabéns pelas dicas e fotos. Pretendo conhecer San Andres em breve e já favoritei o post (que por sinal, é de utilidade pública!)

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Flávio, você irá adorar aquele paraíso.

      Excluir
  11. Tô sonhando em conhecer San Andrés! Suas dicas estão maravilhosas e vão ajudar muito no meu planejamento :)

    ResponderExcluir
  12. Estamos com muita vontade de conhecer San andrés! adorei o post, completaço e cheio de dicas bacanas.
    Você sabe me dizer como estava a frequência lá de famílias com crianças (maiorzinhas, as nossas tem ente 11 e 14 anos)? Ou considera mais um destino pra casais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. San Andrés é um destino para todos os perfis. Viajamos com filhos de 19 e 16 anos. Fica tranquila que vi várias famílias por lá, inclusive com crianças pequenas.

      Excluir
  13. Olá. Sabe de alguem que fez mergulho com cilindro para indicar um contato de lá que faça? Obrigadaa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia. Um conhecido fez com esse instrutor e gostou.
      Paul Andres - San Andrés
      Tel.: +57 300 3131241 whatsapp ou +57 3173967485
      e-mail: hwappe@hotmail.com

      Excluir
  14. Vocês tem post sobre Cartagena?bjos e obrigada.
    Raphaela.

    ResponderExcluir

Compartilhe conosco suas dúvidas, comentários e dicas. Será muito importante para o Fourtrip. Terei o maior prazer em responder.