PARATY , OS MELHORES PASSEIOS EM 3 DIAS


Rio de Janeiro
Arquitetura colonial, uma característica marcante de Paraty, Rio de Janeiro.

Pense bem, qual o seu perfil de viajante?
Destinos de praia, montanha, natureza, ecoturismo, histórico, cultural ou gastronômico?
Se você escolheu mais de duas alternativas, algumas semanas atrás pensaria que seria impossível achar um lugar com todas essas características. 
Mas agora, posso afirmar com toda certeza que esse lugar existe e melhor, consegue alcançar todos esses objetivos!
A histórica e fotogênica Paraty é uma cidade que oferece uma infinidade de atrações para todos os gostos.
Quem já conhece, com certeza se encantou e quer voltar. E quem ainda não teve oportunidade de conhecer, CORRE , pois você não sabe o que está perdendo. 
Leia o post e veja como fiquei EN-CAN-TA-DA pela charmosa cidade de Paraty em um roteiro de três dias.


Localizada na Costa Verde ao sul do estado do Rio de Janeiro, a charmosa cidade de Paraty tem uma combinação perfeita que atrai turistas de todo o mundo: praias, ilhas paradisíacas, natureza da Mata Atlântica, cachoeiras, gastronomia de altíssima qualidade e muita, muita história para contar. Caminhar pelas ruas de pedras  do preservado Centro Histórico da cidade com  casarios coloniais  é uma verdadeira viagem ao tempo!

Diante de tanta beleza e uma riqueza histórica incontestável, Paraty,  cidade  fundada em 1667, é considerada Patrimônio Histórico Natural desde 1966.  

História de Paraty resumida em 4 ciclos:

 Ouro, cana-de-açúcar, café e turismo.

No século XVIII, iniciou-se o ciclo do ouro,  com a construção da Estrada Real para transportar o ouro e pedras preciosas vindos de Minas Gerais, pelo chamado Caminho Velho da Estrada Real ou o Caminho do Ouro (em laranja na foto abaixo).
Tempos depois com abertura de uma nova estrada, o Caminho Novo da Estrada Real (em vermelho na foto abaixo), que ligava Minas Gerais diretamente com o Rio de Janeiro, assim o porto de Paraty já não tinha tanta serventia, já que o local sofria com constantes ataques de piratas à procura de toda aquela riqueza.
Veja no mapa:

Veio o ciclo da cana-de-açúcar, com a presença de vários engenhos e alambiques produtores de cachaça, considerada uma das melhores do país. Tem uma música de Carmem Miranda cujo refrão diz:
´' Vestiu uma camisa listrada e saiu por aí. Em vez de tomar chá com torrada ele bebeu Paraty``.

Depois o ciclo do café, que vinha do Vale do Paraíba, embarcando também pelo porto da cidade.
No período entre 1900 e 1960 todo produto que saía do Vale do Paraíba começou a ser transportado pela linha férrea para o Rio de Janeiro,  Paraty perdeu sua importância e a cidade caiu no esquecimento por anos. Se por um lado a cidade ficou isolada e esquecida, por outro lado esse foi um fator positivo para a preservação de seu conjunto arquitetônico e cultural. Recebendo o título de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.
Por fim em 1973 com a abertura da rodovia Rio-Santos iniciou-se o ciclo do turismo, as belezas naturais de Paraty e toda a sua arquitetura colonial preservada por anos foram descortinada para o mundo. Até os dias de hoje o turismo representa aproximadamente 80% da economia da cidade.


Como chegar:

Rio de Janeiro


Do Rio de Janeiro: 250 km pela BR-101. O tempo de viagem acaba sendo maior, em torno de 3:30 a 4 horas, a estrada é perigosa, com muitas curvas, encostas, lombadas e fiscalização eletrônica  que varia de 30 a 60 quilômetros por hora. Não recomendo pegar a estrada à noite.

De São Paulo: 279 km pela Rio-Santos.

Roteiro de 3 dias em Paraty :

Este roteiro foi realizado em um final de semana, saímos do Rio de Janeiro na sexta pela manhã e retornamos no domingo ao meio dia. 
Realizamos a viagem juntamente com um grupo de amigas/blogueiras do qual participo, o De viagem em viagem , mais os seus familiares, organizada pelo Paraty Convention Visitors Bureau

Primeiro dia:

Chegamos aproximadamente às 14:30 horas, fomos direto para a grande atração da cidade, o Centro Histórico de Paraty, encontramos parte do grupo e almoçamos no Restaurante Bem Brasil. 
Estacionamos nos arredores, porque não é permitido entrada de carros nas ruas do Centro Histórico. Correntes isolam o local para impedir  acesso de carros.
Paraty
Correntes isolam o Centro Histórico em Paraty.



Logo na primeira refeição já deu para perceber que a gastronomia da cidade é maravilhosa. Almoçamos um peixe com molho de camarão tão gostoso... e como a fome me atormentava, esqueci de fotografar o prato, ficarei devendo.

Após o almoço saímos caminhando sem rumo pelas ruas do Centro Histórico.
Rio de Janeiro
Ruas de pedras do Centro Histórico de Paraty.



Rio de Janeiro
Arquitetura colonial de Paraty.


Passamos por uma loja tradicional de cachaças da terra e pela sorveteria Ice Paraty Brasil. Entre a cachaça e o sorvete, ficamos com o último, com uma infinidade de diferentes sabores, foi difícil resistir.
Rio de Janeiro
Loja de cachaças e Lelê nossa devoradora de sorvetes. Advinha quantos sabores ela provou?

Andar pelas ruas do Centro Histórico é uma delícia, esquecemos até do tempo e quando observamos, já estava no fim da tarde, partimos para a pousada a fim de realizar o check in e descansar um pouco.

*Nossa pousada:

Nos hospedamos na Pousada Morro do Forte, localizada  em cima do Morro do Forte e em frente ao Forte Defensor Perpétuo, 600 metros do Centro Histórico e 200 metros da praia do Pontal, do outro lado do Rio Perequê-Açu. Um lugar bem calmo e por estar localizada no alto,  a pousada tem uma  vista deslumbrante da cidade.

Com estilo rústico e aconchegante, 2 andares e 10 suítes, Wi-Fi gratuito, piscina e um jardim bem charmoso. Não tem estacionamento, porém pode-se estacionar tranquilamente na parte externa, pois eles possuem segurança 24 horas. Nos hospedamos no primeiro andar (térreo) em uma suíte com tamanho relativamente bom, em se tratando de um casal, com frigobar, ar condicionado, TV e  vista para o Centro Histórico e a Baía de Paraty.  Porém observei que nossa suíte era a única sem varanda, tirando um pouco a privacidade, porque abrindo a  porta e a janela da suíte já estávamos na passagem dos outros hóspedes. Sugiro escolher as suítes com varanda de preferência no segundo andar (tem até uma redinha para relaxar), dá mais privacidade e tem uma vista espetacular.  
Onde ficar em Paraty
Pousada Morro do Forte, Paraty.


O café da manhã é bem variado com pães, frios, bolos, sucos, ovos fritos etc. Servido em na varanda do segundo andar com vista para a baía e a cidade.
Onde ficar em Paraty
Nossas companhias no café da manhã, visual da pousada e café da manhã.


A área comum tem uma piscina ideal para relaxamento após um dia de passeio. Oferecem toalhas para piscina/praia.
Para saber mais sobre a pousada, escrevi um post somente sobre hospedagem em Paraty, confira: Dicas de pousadas em Paraty


*Reserve seu hotel no Booking.com com alternativa de cancelamento grátis. Reservando pelos links ou banners deste blog recebemos uma pequena comissão e você não pagará nada a mais por isso. Obrigada.


                      


Noite:

Caminhamos pelo Centro Histórico, a noite é um passeio totalmente prazeroso com uma iluminação antiga e amarelada que dá mais charme a região.

Rio de Janeiro
Um dos passeios imperdíveis de Paraty é caminhar pelo Centro Histórico a noite.




Marcamos um encontro no restaurante/pizzaria Punto Divino. Localizado ao lado da Praça da Matriz no Centro Histórico de Paraty, uma região repleta de restaurantes e bares. Fundado a 18 anos por dois italianos, ambiente super aconchegante com decoração rústica, música ao vivo (uma característica de muitos restaurantes do Centro Histórico) na área externa e uma pizza maravilhosa assada em forno à lenha. 
Endereço: Marechal Deodoro, 129 Praça da Matriz, Centro Histórico.
Centro Histórico
Punto Divino, Centro Histórico de Paraty.



Segundo dia:

*City tour: 

Iniciamos o segundo dia com um City Tour pelo Centro Histórico de Paraty, realizado pelas guias Cláudia e Patrícia. Começamos pela Praça da Matriz em frente a Igreja Nossa Senhora dos Remédios.
Paraty
Grupo com a guia Cláudia de blusa azul, agachada, quarta da esquerda para direita.
A melhor maneira de realizar o tour é caminhando pelas ruas de pedras (esqueça os saltos) e observando os detalhes de cada cantinho do Centro Histórico.

O tour  apesar de rápido (pois tínhamos que estar no porto às 11:00 horas para o passeio de barco), foi bem enriquecedor, as guias mostraram curiosidades e um pouco da história da cidade. 

O povoado da cidade começou no Morro do Forte (onde está o nosso hotel), do outro lado do Rio Perequê-Açú, local onde ficavam os canhões que defendiam a cidade de ataques piratas. Até que em 1936 quando  Maria Jácome de Melo fez a doação de uma das sesmarias que hoje corresponde a área do Centro Histórico para começar um novo povoado. 


Dois fatores que caracterizam o Centro Histórico de Paraty:

⇒ Calçamento pé-de-moleque: A origem desse nome segundo historiadores, antigamente as donas de casa colocavam tabuleiros de doces para esfriar na janela de casa, as crianças passavam, pegavam os doces e fugiam. Daí elas gritavam:´´ Pedi moleque!`` . 
Esse tipo de calçamento pode ser encontrado em outros locais, mas não com o mesmo formato de Paraty. Ao contrário de outras cidades, o calçamento de Paraty foi construído em um nível mais baixo no centro do que nas laterais para ter um escoamento natural  da água  tanto da alta das marés quanto das chuvas. 

⇒Arquitetura colonial portuguesa: 
Presente nas igrejas e casas do Centro Histórico.


A cidade herdou dos portugueses a religião católica  e apresenta várias igrejas no Centro Histórico. Cada uma para um tipo de pessoa/classe, ou seja, igreja dos negros, brancos, ricos e pardos libertos (mulatos).


*Nossa Senhora dos Remédios: 

Paraty
Lembra que escrevi anteriormente sobre a doação de uma sesmaria (área onde hoje é o Centro Histórico) realizada por Maria Jácome de Melo?  Então, para satisfazer seu pedido ( ela era muito devota de Nossa Senhora dos Remédios), foi construída uma pequena capela no local (deveria ser uma catedral, mas sem condições econômicas foi construída uma capela mesmo). 
Inicialmente foi construída em 1646 e com o passar dos anos sofreu demolições e expansões. A igreja atual foi construída em 1873, possui no seu interior a imagem da padroeira da cidade. É a maior e a principal igreja da cidade. Se não tivesse sofrido com demolições seria a mais antiga do Centro Histórico.
Rio de Janeiro



Caminhamos em direção a orla e encontramos:



*Igreja Nossa Senhora das Dores:

Localizada de frente para baía de Paraty, é uma das mais novas da cidade. Foi construída para receber os brancos. Constava duas torres no seu projeto, porém apenas uma foi construída, onde avistamos um galo indicador dos ventos.
Paraty



*Casa do Príncipe Dom João de Orléans de Bragança:

Bisneto da princesa Izabel. Observe a foto da casa de Joãozinho (como é chamado pelos nativos), antigamente todas as casas da realeza tinha uma palmeira para indicar que ali morava um rei ou rainha.
Rio de Janeiro


Ruas do Centro Histórico com casarios em estilo barroco com portas e janelões coloridos.
Rio de Janeiro
Ruas do Centro Histórico de Paraty, uma mais fotogênica que a outra.



*Fachadas dos sobrados com símbolos maçônicos, outra característica da cidade.
Rio de Janeiro
Desenhos maçônicos na fachada de alguns sobrados.

*Igreja Nossa Senhora do Rosário:

Localizada na rua do Comércio. 
Paraty



*Brasão de Paraty: 

Criado em 1967, o brasão é dividido em quatro figuras, representando fatos históricos e culturais da cidade. Localizado na fachada de um sobrado na rua Dona Geralda, 224 próximo ao Teatro Espaço.
Centro Histórico de Paraty



*Teatro Espaço:

É o famoso e premiado teatro de bonecos de Paraty representado pelo Grupo Contadores de Estórias, com várias premiações, o espetáculo impressiona na riqueza dos detalhes, bonecos que são manuseados dando a sensação que são seres humanos. O espetáculo é mudo e não é permitido entrada de crianças, pelo silêncio e por conter cenas impróprias. Proibido filmar e fotografar. Apresentações ás Quartas e Sábados. Assistimos o espetáculo neste mesmo dia a noite.
Endereço: Rua Dona Geralda, 327.



Centro Histórico de Paraty


*Igreja de Santa Rita:

Centro Histórico de Paraty

Considerada o cartão postal da cidade. No seu interior possui o Museu de Arte Sacra. Construída pela Irmandade de Santa Rita  em 1922 para atender pardos libertos. Durante a reforma da Igreja Nossa Senhora dos Remédios funcionou como igreja da matriz da cidade.

Depois desse  maravilhoso tour, só posso deixar uma super recomendação com o contato da guia Cláudia e dizer que vale muita a pena realizar o passeio e aprender um pouco mais sobre a histórica Paraty.
Segue contato para contratar  um city tour com a guia Cláudia: (24) 99979-3761 (pode mandar whatsapp).


*Passeio de escuna :

Caminhamos até o caís para realizar o  passeio que  aguardava com uma certa ansiedade, conhecer as praias e ilhas da região. 
PARATY
Praia da Lula, passeio de escuna em Paraty, Brasil.
Embarcamos (aproximadamente às 11 horas da manhã) no saveiro Netuno II da empresa Paraty Tours.
O tour durou de 5 horas, pensamos que seria cansativo mas a hora passou tão rápido que nem percebemos. Nosso passeio estava incluído o almoço.  Escolhemos a opção de peixe com molho de camarão, acompanhado de arroz, batatas cozidas e salada. Estava uma delícia.
O roteiro incluí 4 paradas:

 Praia Vermelha, Praia da Lula, Ilha Comprida e Lagoa Azul.

Cada parada tem duração de 40 a 50 minutos, tempo ideal para relaxar e nadar.
Todas a praias são lindas, porém  achei a Lagoa Azul um lugar paradisíaco.
PARATY
Lagoa Azul, passeio de escuna em Paraty, Brasil.


Quer saber como foi o passeio de escuna na íntegra? Leia o post: Passeio de barco em Paraty e ilhas.


Noite: 




















Restaurante  bem agradável com decoração rústica, velas nas mesas e música ao vivo. Escolhemos um prato cuja a entrada foi salada com um molho que sinceramente era de outro mundo de tão delicioso e o prato principal foi costelinhas (sem osso) com risoto acompanhado de tomatinho cereja. Só de lembrar estou com água na boca.
Endereço: Praça do Chafariz, s/n , Centro Histórico.

Paraty



Espetáculo: Em concerto.

É o famoso teatro de bonecos de Paraty. Com várias premiações o espetáculo impressiona na riqueza dos detalhes, bonecos que são manuseados dando a sensação que são seres humanos de verdade. O espetáculo é mudo, iniciando às 21:00 horas com duração de 1 hora. Apresentações ás Quartas e Sábados.
Importante:
Permitido apenas maiores de 14 anos. Pela necessidade do silêncio e por conter cenas impróprias. Proibido filmar e fotografar.
Endereço: Rua Dona Geralda, 327 . Valor: R$40,00.



Terceiro dia:

Tour de jipe pelas cachoeiras, Centro de informações turísticas Caminho do Ouro e Alambique.

Realizamos o passeio de jipe com a @eyaparaty com o guia Alexsandro que nos deu uma verdadeira aula de história sobre o Caminho do Ouro e a Estrada Real.
Paraty

A estrada Velha do Caminho do Ouro que ligava as cidades de Ouro Preto a Paraty, foi construída pelos escravos entre os séculos XVII a XIX a partir de trilhas deixadas  pelos índios guaianasis (primeiros habitantes de Paraty), era a principal rota econômica que transportava toda riqueza que vinha de Minas Gerais, marcando  Paraty como o principal porto de saída de toda riqueza que embarcava em direção a Portugal.
O jipe parou em frente ao:

Marco histórico (sinalizador) da Estrada Real localizado bem próximo da cidade, na estrada que liga Cunha a Paraty.
Paraty



Igreja Nossa Senhora da Penha:


O que mais me chamou atenção foi o fato do guia explicar que toda igreja de Nossa Senhora da Penha está construída em cima de uma pedra. E não é? Comecei a lembrar das que conheço e verifiquei isso mesmo.
Paraty



*Cachoeira do Tobogã:

Em 10 minutos de caminhada por uma trilha chegamos em um lugar lindo, com uma cachoeira deliciosa e ótima para escorregar. A doida da Aline teve coragem de escorregar e adorou.

Paraty

























Paraty



Paraty


*Poço do Tarzan:

Tem uma ponte de madeira e cipó que passa por cima da cachoeira até o restaurante.
Paraty


Voltamos para a estrada e parte do grupo visitou o Alambique Engenho D`Ouro, localizado em frente ao marco histórico, é só atravessar a rua.
Valor:  R$5,00 e  R$3,00 (na companhia de uma empresa de jipe),.
Não fizemos esse passeio porque tivemos que retornar para o Rio de Janeiro para um compromisso.
Nos despedimos do grupo e retornamos para o hotel com certa nostalgia e já pensando numa próxima viagem.


Duas das blogueiras do grupo, não participaram do tour das cachoeiras, mas foi por um bom motivo.  No mesmo horário a  Dayana do Lolepocket e a Carla do Asas pra que te quero realizaram  o mergulho de cilindro pela empresa Adrenalina Mergulho. Elas amaram e logo, logo postarão todos os detalhes sobre o tour. Pode deixar que colocarei o link aqui.


Dicas de viagem Paraty :
- Leve somente sapatos baixos e tênis. Impossível andar nas ruas de pedras do Centro Histórico com salto, mesmo que seja baixo.
-Repelente: a cidade tem muitoooo mosquito. Mesmo dentro da suíte da pousada com ar condicionado ligado os danados são resistentes.
-Filtro solar, boné e chinelos.
-Faça passeio de barco pelas praias e ilhas.
-Curta bastante o Centro Histórico da cidade, se possível faça um city tour com um guia, ele mostrará detalhes que com certeza não observamos.
-Conheça as cachoeiras.
-Curta todo o charme e a gastronomia dos deuses dos restaurantes do Centro Histórico.
-Cuidado com a estrada que liga o Rio de Janeiro a Paraty. É perigosa (principalmente à noite) com muitas lombadas, fiscalização eletrônica, curvas e encostas.
-Ah uma última, se tiver mais dias na cidade, conheça Trindade. Eu não conheço mas dizem que é lindo. Um motivo a mais para voltar em Paraty...
-Confira também as pousadas que as outras blogueiras do grupo se hospedaram nesta viagem e recomendam:
-A Marianne do blog Despachadas hospedou-se ano passado na Porto Imperial e adorou. Para saber mais segue o post onde ela conta todos os detalhes: Pousada Porto Imperial Paraty.


*Reserve seu hotel no Booking.com com alternativa de cancelamento grátis. Reservando pelos links ou banners deste blog recebemos uma pequena comissão e você não pagará nada a mais por isso. Obrigada.

                      


Outras postagens sobre Paraty, acesse os links:

                                              Passeio de escuna em Paraty



Essa viagem foi realizada pelo grupo de blogueiras  De viagem em viagem e patrocinada pela Paraty CBV . Agradeço as parcerias, em especial a funcionária Cláudia que organizou e nos acompanhou, sempre com atenção e simpatia.
Expressei aqui minha sincera opinião sobre os parceiros.
Paraty






E por fim não poderia faltar nossa foto oficial com as blogueiras  do grupo De viagem em viagem:

RIO DE JANEIRO
Grupo De viagem em viagem, Paraty, Brasil

Da esquerda para direita:
Mariana: Mariana viaja /  Marianne: Despachadas / Alexandra (eu):  Fourtrip  / Carla:  Asas pra que te quero / Bete e Roberta:  Freitas para o mundo / Karilayn: Karidesbrava / Lilian: Uma senhora Viagem /  Flávia: Viajando por aí / BárbaraMalas e Malinhas / Aline: Por aí com os Pires / Dayana: Lolepocket / Amanda: As viagens de Trintrim .




Somos um grupo de blogueiras com perfil bem eclético: casal, single e família. Unidas por uma só paixão: viagens. Para acompanhar nossas postagens siga as redes sociais no Instagram e facebook: @deviagememviagem


Alugue seu carro na Rentcars, pague no Brasil sem cobrança de IOF. Reserve pelos banners do blog, recebemos uma pequena comissão e você não pagará nada a mais por isso. Obrigado.






  














                         

Acompanhe nossas viagens pelas redes sociais:

    FACEBOOK  /   INSTAGRAM  /   G+ /  YOU TUBE



Saúde, paz e fé! ☺☺☺☺








19 comentários:

  1. Paraty realmente me encantou e quero voltar porque faltou tempo para fazer todas as coisas. Vou usar suas dicas! Beijos

    ResponderExcluir
  2. Paraty é um lugar lindo, cheio de história e aproveitá-lo do lado de pessoas queridas foi melhor ainda :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbém adorei estar com vc. Q venham mtas e mtas.

      Excluir
  3. Amei a viagem para Paraty. Passear pelas ruas da cidade é uma volta no tempo e rende muitas fotos legais, né? A foto da Luna e Lele ficou linda!! Adoramos conhecer vocês e todo o grupo das blogueiras do de Viagem em Viagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda mesmo. Tbém adorei a viagem. Q venham mtas iguais a esta. Bjos

      Excluir
  4. Oi,Alexandra
    a nossa viagem foi muito legal, a cidade e incrivel e o grupo especial, entao, so podia ser muito bom. beijocas

    ResponderExcluir
  5. Adorei suas fotos do centro histórico Alê!! Sabe que uma das coisas que mais gostei no roteiro foi o city tour ( e o mergulho, é claro!!). Eu nunca tinha feito e não sabia nada da história de Paraty até então...super recomendado mesmo!

    ResponderExcluir
  6. Que post delicioso de ler, Alê! Parabéns!!
    E obrigada pela cia durante a viagem, foi ainda melhor porque pude conhecer vocês! <3

    ResponderExcluir
  7. Amei a viagem com vocês e o post super detalhado! Você arrasa, Al6e!

    ResponderExcluir
  8. Amei a viagem com vocês e o post super detalhado! Você arrasa, Alê!

    ResponderExcluir
  9. Adorei o post! Ótimos passeios e ótimas companhias. Muito bom fazer parte desta viagem!

    ResponderExcluir
  10. Que post mais completão, Alê!!! hahaha Para imprimir e levar!!! Adorei fazer parte dessa viagem com vocês!!! <3

    ResponderExcluir
  11. kkk a doida da Aline foi ótima!! Mas como iria recusar se meu filho de 9 anos se aventurou? Esses passeios são maravilhosos e imperdíveis.

    ResponderExcluir
  12. Os passeios foram ótimos, as companhias também! Já estou com saudades <3 Amei teu post Alê!

    ResponderExcluir
  13. Só passeio TOP! Essa viagem foi muito MARA! Saudades já! ;)

    ResponderExcluir

Compartilhe conosco suas dúvidas, comentários e dicas. Será muito importante para o Fourtrip. Terei o maior prazer em responder.