PASSEIO DE BALSA NA LAGOA DE MARAPENDI



Depois de uma semana com ritmo frenético de trabalho, trânsito e correria, meu único desejo é desfrutar um final de semana tranquilo. Cada vez que descubro uma nova atração que inclui a natureza da cidade do Rio de Janeiro, me entusiasmo ainda mais e agradeço pelo privilégio de viver em uma cidade que oferece uma variedade de passeios ao ar livre. 
Pouco tempo atrás realizei um programa simples, porém diferente e bem divertido, bem pertinho da minha residência mas que nunca me toquei na  sua beleza e importância. 
Foi um passeio de balsa na Lagoa de Marapendi realizada pela empresa Ecobalsas. Um esconderijo silencioso com muita vegetação em meio aos prédios e toda agitação da Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro
A Ecobalsas é uma empresa que se preocupa com a sustentabilidade e realiza passeios ecológicos  todos os Domingos com a presença de biólogos que fornecem explicações sobre a fauna e a flora da região. Uma atração bastante educativa para todas as idades, que une conhecimento, lazer e educação ambiental .



Local de partida:

O píer de onde saem as balsas está localizado na avenida Lúcio Costa, 8.060 ao lado do Beach Point a 600 metros do Hotel Hyatt em frente a placa Km 6,5.

Assim que chegamos percebemos que o espaço é preparado para receber visitantes, o Ecolounge, uma verdadeira área de lazer em um espaço construído em um terreno arborizado de 5.000 m² , com estacionamento, parquinhos, quadras de esporte, redes, espaço para relaxamento com TV, lanchonete, escola de stand up, barco a vela, banheiros e vestiários. Tudo isso de frente para a Praia da Barra da Tijuca  na margem da Lagoa de Marapendi.


A bordo da balsa com aproximadamente 60 pessoas mais o capitão e a bióloga, partimos em direção ao Recreio. 

Bióloga dando explicações sobre o ecossistema local.


Duração passeio: Em torno de 1 hora e meia.
A balsa possui cadeiras e poltronas confortáveis,  banheiro ecológico, bastante segura com proteção de redes nas bordas.
Foto: Ecobalsas

Segundo a  bióloga que acompanhou o passeio, Marapendi em tupi guarani significa água limpa. A lagoa que hoje tem 10 km, diminuiu de tamanho devido a poluição e ocupação irregular. Já foi um ambiente de água doce e limpa mas hoje em dia é formada por água salobra, uma mistura de água doce e água do mar. Porque?

Com o aparecimento do Aedes Aegypt, biólogos achavam que o local apresentava um ambiente propício para a proliferação do mosquito, consequentemente, aumentando a transmissão de doenças. Para evitar o foco do mosquito a saída foi criar um meio de ligação entre água do mar na Lagoa de Marapendi, abriram o Canal de Marapendi, um canal artificial, a fim de ligar a  Lagoa de Marapendi com a Lagoa da Tijuca que tem ligação com a água do mar direto.  A água passou a ter mais salinidade e na época causou um grande impacto no ecossistema. Na realidade nem se sabe se a lagoa viraria um foco, já que os peixes alimentam-se das larvas. Mas com o tempo notou-se que a obra trouxe benefícios por conta da poluição, pois ainda encontra-se preservada por conta da renovação da água entrando água do mar, evitando presença de gigogas e plantas que aparece em águas poluídas. 
Localizada no trecho da Praia da Reserva, em uma área preservação ambiental, entre a Lagoa da Tijuca na Barra da Tijuca e o Canal das Taxas no Recreio dos Bandeirantes.
A questão da poluição se dá pelo esgoto despejado pelos condomínios que a princípio tinham sua estação própria de tratamento de água, mas para evitar gastos com energia, durante a noite, quando não há fiscalização, despejavam seu esgoto na lagoa. Atualmente estão ligados diretamente com a estação de esgoto da Barra, só não se sabe se todos utilizam esse sistema...

O que  percebe-se  é que a água é clara com aspecto de limpa mas que ainda apresenta um pouco de poluição. 
A vegetação presente nas margens é típica de restinga além do manguezal.
Serve de abrigo de diversas espécies nativas, entre elas as aves como garças e biguás, peixes e crustáceos, capivaras e o famoso jacaré de papo amarelo  que recebe esse nome pelo motivo dos machos apresentarem o papo amarelo no período do acasalamento a fim de atrair as fêmeas. 
Infelizmente não encontramos os famosos jacarés da Lagoa de Marapendi. Uma pena.



O passeio acontece aos Domingos as 10:30, é necessário reservar, já que as vagas são limitadas.
Valores: R$ 30,00 e R$ 25,00 (4-10 anos)
Para mais informações e agendamento:
Site: Ecobalsas 
Email: ecobalsas@ecobalsasrio.com.br
Telefone: (21) 97002-1899

Além desse tour a empresa oferece:
Passeios personalizados para realização de festas com música ao vivo e bar que também podem ser realizados no pôr do Sol ou no período noturno. 
Foto: Ecobalsas


Transporte com balsas entre condomínios e a praia.

Então pessoal, mais uma atração descoberta e compartilhada com vocês. 
Tem alguma sugestão ou dicas de passeios ? Compartilhe conosco na área de comentários abaixo do post.



Confira outros posts sobre a cidade do Rio de Janeiro:
*Dicas de hotéis e hostels no Rio de Janeiro



*Reserve ou compre usando os banners e links de parceiros localizado neste blog. Ganhamos uma pequena comissão e você não pagará nada a mais por isso. Obrigada.
*Dicas de hotéis e hostels no Rio de Janeiro



Alugue seu carro na Rentcars, pague no Brasil sem cobrança de IOF. Reserve pelos banners do blog, recebemos uma pequena comissão e você não pagará nada a mais por isso. Obrigado.






Acompanhe nossas viagens pelas redes sociais:




    FACEBOOK  /   INSTAGRAM  /   G+ /  YOU TUBE


Saúde e paz!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas dúvidas, comentários e dicas. Será muito importante para o Fourtrip. Terei o maior prazer em responder.