https://2.bp.blogspot.com/-y4Qn9L0wA-E/XBDtrHGuw6I/AAAAAAAAxKM/zGKnoRZuoGIxAyZ8g52GjJkPsTGlZVHMQCLcBGAs/s640/kruger%2B32.png

COMO É O SAFÁRI NO KRUGER PARK, O MELHOR DA ÁFRICA DO SUL

África do Sul
Safári no Kruger Park, África do Sul.
Chegou o momento mais esperado e um dos principais propósitos da nossa viagem a África do Sul!
Safári  no Kruger National Park, considerado a  maior reserva natural da África do Sul, localizada em uma  área com  aproximadamente 20 mil km², nas províncias de Mpumalanga e Limpodo, noroeste do país.

Fundado em 1898 por Paul Kruger, o Parque Nacional Kruger  é uma das reservas naturais mais antigas e famosas da África  com mais de 800 espécies de animais.

Tem noção de como é incrível, viver essa experiência, ficar pertinho de animais selvagens  e ter a sorte de encontrar os Big Five,  os cinco maiores animais selvagens da África: Elefante, leopardo, leão, rinoceronte e búfalo?

Sim, nós tivemos essa sorte e contamos tudo neste post pra lá de emocionante. Leia e confira!

Como é um safári na África.
Safári no Kruger Park, África do Sul.
Safári no Kruger Park, a experiência mais emocionante da sua vida!


Enfim depois de tanto planejamento e espera, nosso dia chegou! Saímos da frente das telas da TV e estávamos ali, lado a lado vivenciando toda aquela experiência do mundo animal ao vivo e a cores, certamente era a realização de um sonho, até então difícil de acreditar.

Para você ter um noção o quanto o Kruger National Park/ Kruger Parque/ Kruger Parque é imenso, ele tem aproximadamente 350 km de norte a sul, 60 km de leste a oeste e faz fronteira com dois países africanos: Zimbabwe e Moçambique.


Tivemos o privilégio de conhecer durante nossa primeira viagem ao continente africano


Depois de passar cinco dias em Cape Town/ Cidade do Cabo, a capital legislativa do país, pegamos um voo rumo a Joanesburgo/ Johannesburgo, de lá pegamos o carro alugado (antecipadamente pela internet) no aeroporto e partimos para Kruger Park, portão Skukuza (aproximadamente 470 km de distância).

Você sabia que o Kruger National Park tem 9 portões de entrada, todos localizados dentro do território sul africano? 
Escolhemos a região de Skukuza porque está localizado na região sul do parque, ficando mais próximo de Joanesburgo, além li vários relatos no qual esta região tem maior concentração de animais e oferece melhor infraestrutura.
África do Sul
Entrada do Kruger Park, pottão Skkukuza , África do Sul.

Vale lembrar que a África do Sul utiliza a  mão inglesa. Quer saber como é ?

_______________________________________________________________________________
Alugamos o carro na Rentcars.com, pagamos no Brasil sem cobrança de IOF. Reserve pelos banners do blog, recebemos uma pequena comissão e você não pagará nada a mais por isso. 


_____________________________________________________________________________


 Leia também o post com todo planejamento: 
Kruger Park: Opções de como chegar, onde ficar e roteiro.

Com uma infinidade de opções de hospedagem, depois de muita pesquisa escolhemos um hotel localizado ao lado do portão Skukuza, o Protea Hotel by Marriott Kruger Park , hotel temático, todo inspirado na savana africana.

Kruger Park, África do Sul
Entrada do hotel Protea, observe a proximidade entre o hotel e o portão de acesso ao Kruger Park- Skukuza.

Os safáris, também chamados de game drive, foram agendados no próprio hotel durante o check-in.

Para saber mais leia: Hospedagem no Kruger Park- Protea Hotel by Marriot Kruger Park.

_____________________________________________________________________________


*Reserve seu hotel no Booking.com com alternativa de cancelamento grátis. Reservando pelos links ou banners deste blog recebemos uma pequena comissão e você não pagará nada a mais por isso. Obrigada.

                      

_____________________________________________________________________________


Como tínhamos pouco tempo disponível no roteiro de viagem África do Sul, reservamos um safári de um dia inteiro, 6 horas de manhã as 16:30.


Como é o safári no Kruger National Park?

Despertamos quando ainda estava noite, 5 da madrugada. Para dizer a verdade acho que nem dormimos direito, a ansiedade e expectativa era grande.

Os safáris saem cedo porque os bichos costumam ser mais ativos ao amanhecer, final da tarde e noite. Então vale a pena o esforço.

Nos encaminhamos para o ponto de encontro na recepção do hotel. Carinhosamente uma equipe preparou um café da manhã bem variado, distribuídos dentro de lancheiras box. Achei super fofo.

Fomos apresentados para o ranger (motorista que conduz o veículo), que também fez o serviço de tracker (guia que procura os animais) e esteve conosco durante todo safári.
Sabe qual foi a primeira coisa que nos falou depois de dar bom dia?

"Vocês estão aqui para viver a experiência mais fascinante de suas vidas, ver alguns animais selvagens no seu habitat natural. Porém precisam ter paciência, porque apesar de tudo, terão que contar com a sorte, o Kruger Park é uma reserva natural, onde os bichos ficam soltos e não um zoológico."

Outra informação importante é que deveríamos fazer silêncio no momento de observação de animais. E só poderíamos sair do veículo com sua autorização.


Aff deu frio na barriga!!! Mistura de ansiedade, medo (sim, tenho medo de alguns animais) e claro, felicidade.

Entramos no veículo 4x4, um tipo de jipe 🚙 aberto, um pouco mais  alto que o normal para facilitar a visualização de animais.
África do Sul
Veículo do safári no Kruger Park, África do Sul.

Por sorte nosso grupo ficou apenas nós quatro, um casal paulista e o ranger- motorista que conduz o veículo durante o safári, dando um total de 6 turistas (a capacidade são 9 turistas). Sendo que no período da tarde, restou apenas nós quatro. 

Já estava amanhecendo, ainda sonolentos, saímos no nosso possante em direção ao portão Skukuza.

Além do safári, é necessário pagar separadamente a entrada no Kruger Park.
Quem administra os parques nacionais da África do Sul é a Sanparks. No site é possível realizar reservas de hospedagens e tickets de acesso para safáris.
Para saber clique: Valor tickets de acesso. 
África do Sul
Entrada Kruger Park, portão Skukuza, África do Sul.

Já dentro do território Kruger, nossa aventura começa pra valer...

O parque possui estradas asfaltadas e de terra batida.

África do Sul
Kruger National Park: estrada de chão no Skukuza.

Com um frio na barriga e bem ansiosos para encontrar logo um bichinho, iniciamos o game drive. Não demorou muito e recebemos boas vindas do primeiro habitante, vocês não vão acreditar...
Estávamos esperando ver um animal selvagem enorme, de repente o veículo deu uma freiada, quando um minúsculo animal estava tranquilamente atravessando a rua. Imagina isso, o primeiro bicho que você encontra no safári na África é uma ??? 
Tartaruga ou algum primo da espécie... 😂 Mas valeu.
África do Sul
Primeiro animal que avistamos no safári do Kruger Park, África do Sul. 😁

Antílopes e zebras são as figurinhas mais fáceis de encontrar...
Andam em bando e num primeiro momento causam certa adoração de tão fofos. Depois você se acostuma e perde até a graça, porque eles são iguais a capim e com o tempo passam a fazer parte do cenário.
África do Sul
Antílope e zebras posam para fotos no Kruger Park, África do Sul.

Enfim o primeiro Big Five veio com muita adrenalina...


Rinoceronte: Big Five I


Dos Big Five, foi o que mais estivemos mais próximos e vou te falar... deu frio na barriga. Eles nos encarava de uma maneira que iria partir pra cima de nós.
África do Sul
Rinoceronte, um dos Big Five no safári do Kruger Park, África do Sul.

Você sabia...
Que existe rinocerontes brancos e negros?
Que o negro é um dos animais mais difíceis de encontrar?
E que o rinoceronte branco (white rhino), de branco não tem nada? 
África do Sul
Imagina você frente a frente com ele! Confesso que nesse momento tive medo de ele partir pra cima.
 Kruger Park, África do Sul.



Elefante: Big Five II

Um dos animais mais observados no nosso safári.Primeiro encontramos dois se alimentando, depois foram grupos de quatro, seis e até 9 elefantes.

África do Sul
Mais um Big Five, aliás foi um do animais que mais encontramos no safári do Kruger Park, África do Sul.


Parada para um piquenique no Rest Camp de Skukuza.

Já eram 9:30 e o guia foi para a área de alimentação do parque, a fim de esticarmos as pernas, lanchar e ir ao banheiro.
África do Sul
Piquenique no Kruger Park, África do Sul. Observe as lancheiras com café da manhã, mimo do hotel.
O local conta  com restaurante, lanchonetes, mercadinho, lojas, churrasqueira, piscinas, mesas de piquenique e um posto de gasolina.
África do Sul
Rest Camp Kruger Park - Skukuza, África do Sul.

Continuando o safári...



Hiena:


Costumam andar em grupo. Essa aí estava só, certamente foi expulsa do bando ou estava doente.
África do Sul
Dificilmente encontramos uma hiena só. Kruger Park, África do Sul.


Hipopótamos:


 O animal mais perigoso e que causa mais vítimas na África.
África do Sul
De boa, refrescando do calor. Kruger Park, África do Sul.



Leão: Big Five III


Não só vimos esse relaxando, como todo seu harém com uma cinco leoas e seus filhotes.
Você sabia...
O único inimigo do búfalo africano é o leão.
África do Sul
Olha ele! O rei da selva e mais um Big Five. 

Existe outro tipo de safári chamado self drive, onde você pode circular dentro do parque dirigindo seu veículo. Mas vale lembrar que um guia faz toda diferença, por conhecerem o local, hábitos e comportamento dos animais. Além disso costumam se comunicar com outros guias através de rádio, facilitando encontrar mais animais.

Foi o que aconteceu um pouco antes do almoço, nosso ranger recebeu uma mensagem de áudio, no qual ali perto de nós havia um leopardo. Por ter hábitos noturnos, é um dos animais mais difíceis de encontrar em um safári.



Leopardo: Big Five IV

No entanto, esse aí não quis posar para fotos... O pouco que virava em nossa direção, preferimos apreciar e curtir o raro momento.
África do Sul
O Big Five mais difícil de encontrar, não quis posar para as câmeras e deu as costas pra gente. Kruger Park, África do Sul.
Retornamos para o Rest Camp e almoçamos no restaurante. Tempo de almoço: 1:30.
O local conta com lanchonetes e um restaurante temático africano, lindooo.
Escolhemos o braai, o famoso churrasco africano. Gente esqueci de fotografar a comida e o restaurante!!! 😖

De volta ao carro, terceiro round do safári.
África do Sul
Skukuza, Kruger Park, África do Sul.

 Neste período o carro e o safári era só para nós quatro. 😁


Safári só para nós! Kruger Park, África do Sul.

Mais elefantes, desta vez eles estavam relaxando após o almoço. Segundo o guia, elefantes dormem em pé, encostados em árvores. 
Aliás esse foi o Big Five que mais avistamos no parque.
África do Sul
Mais elefantes, desta vez a família estava descansando do almoço. Kruger Park, África do Sul.

A parte da tarde foi mais difícil para encontrar animais, já que eles procuram se esconder do calor. E como estávamos no verão, estava bastante abafado.

Quando tem uma aglomeração de carros parados, pode crer que tem algum bicho a vista.
África do Sul
Trânsito no Kruger Park, África do Sul.

Nossa animação continuou, ainda mais porque estávamos só nós e claro, o ranger. Sem contar que o guia não falava português, daí foi só saiu besteira. 😂


África do Sul
Safári no Kruger National Park- Skukuza: Iabadabaduuuuu.

Que tal uma família de macaquinhos...
África do Sul
Kruger Park, África do Sul.



Búfalo: Ufa Big Five V


África do Sul
O último dos Big Five. Kruger Park, África do Sul.


1,2,3...10,15 babuínos.

África do Sul
Desfile de babuínos no Kruger Park, África do Sul.

E por último, elas, o animal que mais desejava encontrar no safári, dizem ser figurinha fácil no Kruger, mas só encontramos no finalzinho da aventura. 
Pra você ver que nada é perfeito, vocês não tem noção o quanto rodamos para achá-las. O guia nos relatou que no verão é mais difícil encontrá-las por conta do calor. Mas gente não consegui entender direito, já que girafas não deitam... 
Enfim, safári é assim, uma caixinha de surpresas. Um casal disse que no dia anterior viu várias delas.
África do Sul
Demorou mas achamos. Kruger Park, África do Sul.

Fechamos o safári com chave de ouro, além de outros tantos animais, tivemos a sorte de encontrar todos os Big Five em apenas um dia de safári no Kruger Park.

Teve sono, teve cansaço, teve ansiedade, teve medo, teve chuva, teve frio, teve Sol, calor e também teve risos, alegria, descontração e agora restou a saudade e o gostinho de quero mais...


Informações e dicas:

💬 Proibido alimentar e ter contato com animais.

💬 Proibido sair do veículo durante o safári.


💬 Melhores momentos do dia para realizar um safári: amanhecer, final da tarde e noite.

💬 Crianças menores de 6 anos não são autorizadas de realizar safári no Kruger Park. 

💬 Leve binóculo, vale muito a pena para visualizar animais distantes.
África do Sul
Binóculo, item essencial para realizar um safári. Kruger Park, África do Sul.
💬 Passe e leve repelente.




Fonte de informações: Sanparks




Outros posts sobre a África do Sul: 




Dirigindo na mão inglesa na África do Sul
Roteiro completo em Cape Town.




Gostou do post? Então salva no seu Pinterest!

África do Sul
Pinterest Fourtrip




*Reserve seu hotel no Booking.com com alternativa de cancelamento grátis. Reservando pelos links ou banners deste blog recebemos uma pequena comissão e você não pagará nada a mais por isso. Obrigada.



                      




Alugue seu carro na Rentcars.com, pague no Brasil sem cobrança de IOF. Reserve pelos banners do blog, recebemos uma pequena comissão e você não pagará nada a mais por isso. Obrigado.




Acompanhe nossas viagens pelas redes sociais:





    FACEBOOK  /   INSTAGRAM  /   G+ / 




 


2 comentários:

  1. Oi! Gostaria de saber quanto vocês pagaram em média pelo safari de um dia. Tentei essa informação no site do hotel, mas não consegui. Um grande abraço e parabéns pelo site! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, o valor do safári ficou em torno de R$170,00 por pessoa.

      Excluir

Compartilhe conosco suas dúvidas, comentários e dicas. Será muito importante para o Fourtrip. Terei o maior prazer em responder.